José Dirceu: É prediso rediscutir o capitalismo pós pandemia

O ex-ministro José Dirceu conversou com a TV 247 sobre os impactos econômicos da pandemia de coronavírus que recairão sobre o Brasil. Ele defendeu que os juros da dívida pública sejam zerados. Além de juros zero, o ex-ministro afirmou que a renegociação da dívida deveria ser obrigatória, em detrimento da “vida nacional”.

Reprodução - Brasil/247
“Espero que o País reflita sobre a importância do Estado de bem-estar social, é a construção disso que está nos permitindo sobreviver a essa pandemia, é o SUS, é a educação pública e gratuita, a merenda escolar, a Previdência, os bancos públicos. Veja bem, os bancos privados não estão renegociando as dívidas, nós vamos pagar juro da dívida pública em uma pandemia, quando a vida nacional está em risco? Deveria ser juro zero para dívida pública, e as negociações deveriam ser compulsórias”, disse.

Para ele, é necessário adotar uma política de congelamento da economia e, quando a crise passar, rediscutir o capitalismo. “O Brasil é rico, desenvolvido, acontece que o País na relação de propriedade, riqueza e renda é um dos piores do mundo, com uma estrutura tributária e um sistema financeiro bancário que agrava isso de uma maneira brutal. O que o capital financeiro bancário e rentista absorve da renda nacional hoje, tirando das famílias e das empresas, e o que essa estrutura tributária e o juro da dívida pública concentra de renda é um escândalo. É preciso uma revolução social no Brasil e é preciso rediscutir o capitalismo e repensar a forma de organização da vida”.

Detalhes, aqui

____
José Dirceu: É prediso rediscutir o capitalismo pós pandemia José Dirceu: É prediso rediscutir o capitalismo pós pandemia Reviewed by DMM on sexta-feira, abril 10, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD