Ministro de Bolsonaro, Paulo Guedes compara servidor público a "parasita"

Ministro da Economia voltou a atacar servidores públicos, classificando-os como uma casta privilegiada. "O hospedeiro está morrendo, o cara (servidor) virou um parasita. O dinheiro não chega no povo e ele (servidor) quer reajuste automático", disse Paulo Guedes nesta sexta-feira , 7, durante evento na FGV do Rio

Imagem: José Cruz/ Agência Brasil
O ministro Paulo Guedes atacou nesta sexta-feira, 7, os funcionários públicos. Durante evento na FGV do Rio, Guedes comparou os servidores públicos a "parasitas" que querem reajustes automáticos, o que, segundo o titular da pasta, a população não quer mais.

"O funcionalismo teve aumento 50% acima da inflação. Além disso, tem estabilidade na carreira e aposentadoria generosa. O hospedeiro está morrendo, o cara (servidor) virou um parasita. O dinheiro não chega no povo e ele (servidor) quer reajuste automático", afirmou Guedes.

O ministro disse que a maioria da população defende que servidores concursados podem ser demitidos. "A população não quer mais isso, 88% das pessoas são a favor de demissão no funcionalismo público", afirmou.

OUTRO LADO

ECONOMISTA Eduardo Moreira rebate Paulo Guedes e aponta parasitas no sistema financeiro: "Servidores sustentam quase 50 milhões de brasileiros.R$ 400 bi são pagos por ano em juros da dívida, em troca de trabalho nenhum. Parasitas?", questiona

Moreira rebateu as declarações do ministro Paulo Guedes, que classificou servidores públicos como parasitas, ao comparar a renda do funcionalismo com o valor transferido ao sistema financeiro como juros da dívida pública, indicando que o parasitismo estaria no rentismo. Confira:

___
Ministro de Bolsonaro, Paulo Guedes compara servidor público a "parasita" Ministro de Bolsonaro, Paulo Guedes compara servidor público a "parasita" Reviewed by DMM on sábado, fevereiro 08, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD