Passagem de Bolsonaro pelo Amapá é marcada por decepção e protestos

A visita do presidente de extrema direta, Jair Bolsonaro (PSL) ao Amapá pode ter causado transtorno para parte do público que foi á inauguração do novo aeroporto de Macapá, nesta sexta-feira (12): parte ficou decepcionada, na chuva; outros aproveitaram a ocasião para protestar contra direitos vilipendiados


A visita do presidente extremista, Jair Bolsonaro (PSL), à inauguração do novo aeroporto de Macapá, na manhã desta sexta-feira (12), deixou muitos de seus eleitores decepcionados, pegando chuva, nas primeiras horas da manhã; outros aproveitaram o evento para protestar contra a presença do chefe do Executivo ao Estado. Muitos dos que foram à inauguração protestaram também contra o governo do Amapá.

Sob  forte esquema de segurança, os manifestantes se concentraram na Rua Vereador José Tupinambá, uma das duas vias de acesso ao Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre. Somente pessoas credenciadas foram autorizadas a participar da solenidade.

Militares de diversos batalhões da Polícia Militar controlaram o acesso principal ao novo terminal de passageiros. O forte aparato de segurança pode se justificar pela perda vertiginosa da popularidade do presidente em pouco mais de três meses no poder; e pode ter servido para precaver dos protestos mais incisivos, o que de fato prejudicaria mais ainda a já abalada popularidade do político.

- ‘Queremos chamar a atenção do Governo Federal para o que está ocorrendo com a classe [dos vigilantes] no Amapá. Estamos passando por um descaso do governo local. Funcionários do contrato com a Sesa [Secretaria Estadual de Saúde], por exemplo, estão há sete meses sem receber seus salários’, reclamou um dos trabalhadores presentes e distante da inauguração.

Já o dirigente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais e Civis do Amapá (Sindsep-AP), Marco Nunes, disse que os associados se uniram para, além do presidente, chamar a atenção dos parlamentares da bancada federal que estarão no evento, principalmente do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).

 - ‘Estamos aproveitando o evento para tentar ser vistos e ouvidos na questão da dedicação exclusiva dos professores do Estado e dos Municípios, prevista em Emendas Constitucionais e legislações regulamentadoras. Estamos há mais de cinco anos nesta luta’, disse o dirigente, que representa a categoria dos professores.

Eleito com mais de 57% do eleitorado, por aqueles que foram às urnas no ano passado – que ainda nutrem esperanças no mandatário –, o presidente extremista se isola à medida que sua popularidade despenca nas pesquisas. Parcela considerada desses eleitores talvez ainda não saiba: Bolsonaro foi eleito para satisfazer integralmente interesses do mercado financeiro, em detrimento dos direitos da população.

Foto: portal Seles Nafes

Foto: portal Seles Nafes
Com informações do portal Seles Nafes.
___
Passagem de Bolsonaro pelo Amapá é marcada por decepção e protestos Passagem de Bolsonaro pelo Amapá é marcada por decepção e protestos Reviewed by DMM on sexta-feira, abril 12, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD