Header AD

“Se penalizar os mais pobres, a reforma da previdência não terá o meu apoio”, afirma o dep. Camilo

O deputado federal Camilo Capiberibe (PSB) fez a declaração em entrevistas para programas de rádio e TV do Amapá, nesta quarta, 06, quando ressaltou que, se a reforma da previdência prejudicar os mais pobres, não terá o apoio do socialista.

Foto-reprodução/CF
— 'Estabelecer que o trabalhador rural, o pescador artesanal, categorias que trabalham praticamente na informalidade, tenham que contribuir durante vinte anos para poder ter direito a aposentadoria é algo que nos preocupa', afirmou o deputado sobre a minuta da proposta de reforma previdenciária do governo Bolsonaro, noticiada pela imprensa.

Entre as medidas, os idosos na faixa de vulnerabilidade social passariam a receber menos do que um salário mínimo. Hoje, esse benefício é de um salário mínimo e os agricultores familiares tem a contribuição descontada da produção que comercializam.

Camilo concorda que o Estado brasileiro precisa realizar a reforma da previdência. No entanto, insiste que seja equilibrada, para cortar privilégios, combater a sonegação e garantia de caixa para honrar os benefícios.

— 'Eu não tenho a menor condição de votar numa proposta que alegam resolver o problema do Brasil, mas nada nos garante que vai e, pior, tira os direitos dos mais vulneráveis. Se é pra acabar com os privilégios, vamos começar a discutir por quem recebe acima do teto constitucional', concluiu.
_
“Se penalizar os mais pobres, a reforma da previdência não terá o meu apoio”, afirma o dep. Camilo “Se penalizar os mais pobres, a reforma da previdência não terá o meu apoio”, afirma o dep. Camilo Reviewed by DMM on quarta-feira, fevereiro 06, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD