Estado de exceção: Toffoli libera Lula para unidade militar, 15 min antes do sepultamento do irmão

O ministro Dias Toffoli, presidente do STF, acaba de autorizar que o ex-presidente Lula, preso político desde abril do ano passado, saia da cadeia para participar do enterro de Vavá, seu irmão. "É um dever do estado", disse ele. No entanto, Toffoli determinou que o corpo de Vavá seja levado para uma unidade militar. Com isso, a ideia é impedir que sejam feitos registros de Lula.

Foto-Ricardo Stuckert
O ministro Dias Toffoli, presidente do STF, acaba de autorizar que o ex-presidente Lula, preso político desde abril do ano passado, saia da cadeia para participar do enterro de Vavá, seu irmão. "É um dever do estado", disse ele. No entanto, Toffoli determinou que o corpo de Vavá seja levado para uma unidade militar. Com isso, a ideia é impedir que sejam feitos registros de Lula.

O caso Vavá provocou forte divisão no bolsonarismo. De um lado, Sergio Moro atuou, por meio da Polícia Federal, para impedir que Lula – a quem considera inimigo – participasse do enterro. No entanto, o presidente em exercício, Hamilton Mourão, defendeu a presença de Lula, por se tratar de uma questão humanitária.

O sepultamento do irmão de Lula -  Genival Inácio da Silva - estava marcado para as 13h desta quarta-feira (30), em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. A decisão de Toffoli foi divulgada por volta das 12h45, quando o sepultamento já estava em andamento. O corpo de Vavá foi enterrado sob protestos devido à ausência do ex-presidente.

"Por essas razões, concedo ordem de habeas corpus de ofício para, na forma da lei, assegurar, ao requerente Luiz Inácio Lula da Silva, o direito de se encontrar exclusivamente com os seus familiares, na data de hoje, em Unidade Militar na Região, inclusive com a possibilidade do corpo do de cujos ser levado à referida unidade militar, a critério da Família", escreve Toffoli na decisão.

Lula decidiu não compactuar com o circo armado por Sérgio Moro e o Poder Judiciário e não foi a São Bernardo do Campo para encontrar seus familiares, visto que o voo de Cutitiba a São Paulo decorre cerca de 1h. "O presidente Lula não vai para São Bernardo do Campo porque ele não irá se submeter ao circo que Sérgio Moro armou. Lula não tem motivos para se encontrar às escondidas com a família como se isso fosse um favor do MPF e do Judiciário da turma da Lava Jato", informou deputado Paulo Pimenta.

Com informações do Uol e Brasil 247.
__
Estado de exceção: Toffoli libera Lula para unidade militar, 15 min antes do sepultamento do irmão Estado de exceção: Toffoli libera Lula para unidade militar, 15 min antes do sepultamento do irmão Reviewed by DMM on quarta-feira, janeiro 30, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD