Waldez e a incerteza se continua no cargo.

Waldez Góes entra em seu quarto mandato de governador com incerteza se vai continuar no cargo.

Foto: Diário do Amapá
A dois dias da posse do quarto mandato à frente do governo do Amapá, o governador Waldez Góes (PDT) assume em meio a incertezas. A principal delas é se vai continuar no cargo de chefe do Executivo Estadual, visto que o processo dos consignados que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Waldez perde por 7 x 0 entre quinze ministros da Corte. O desfecho depende apenas de mais um voto para condenação. O julgamento foi suspenso e deve voltar à pauta do STJ após a volta do recesso, em fevereiro de 2019.

Outra incerteza é o rombo nas contas públicas que o próprio Waldez vai herdar de si mesmo. A oposição liderada pelo PSB o acusa de ter quebrado mais uma vez o Estado para garantir à reeleição. O rombo de mais de R$ 1 bi nas contas públicas do Estado expõe falência da política econômica conduzida pelo pedetista.

O Amapá termina 2018 liderando os piores indicadores do País, com maior taxa de desemprego do Brasil em 2017, com cerca de 17% de desocupação, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do IBGE. Dados de 2018 chegam a mais de 20% de taxa de desemprego.

Lamentavelmente, em 2019, o Estado entra com perspectivas positivas em baixa.
__

Waldez e a incerteza se continua no cargo. Waldez e a incerteza se continua no cargo. Reviewed by DMM on domingo, dezembro 30, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD