Header AD

Decisão do STJ pode barrar posse de Waldez.

Ação que está na iminência de decisão de mérito no Superior Tribunal de Justiça, sobre peculato, pode suspender posse do governador reeleito, Waldez Góes.

Foto: Ascom/PDT
A informação é da Coluna do jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Desde setembro está pronta para ser julgada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) a Ação Penal 814/DF, onde o governador reeleito do Amapá, Waldez Góes (PDT), é acusado do crime de peculato em razão do “cano” de mais de R$313 milhões que seu governo aplicou em bancos, em 2009 e 2010, em empréstimos consignados para servidores.

O governo descontou o valor do salário do servidor todo mês, mas não repassou o dinheiro aos bancos públicos e privados. A média de atraso nos repasses do governo do Amapá é de 18 meses. O governo do Amapá deve só à Caixa cerca de R$160 milhões.

O presidente do STJ, João Otávio Noronha, votou pela condenação. É que o “beiço” de Waldez Góes custou R$6 milhões a mais ao Amapá.

“O Estado é apenas intermediário do dinheiro”, disse Noronha, ao votar por 6 anos e 9 meses de prisão em regime semiaberto para Góes.
__
Decisão do STJ pode barrar posse de Waldez. Decisão do STJ pode barrar posse de Waldez. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, novembro 12, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD