Header AD

TSE investigará Bolsonaro por disseminação de fake news no Whatsapp.

PT pediu impugnação da candidatura do extremista Jair Bolsonaro, por liminar, porém, a Justiça Eleitoral decidiu investigar uso de "caixa dois" e fraude eleitoral.


No Brasil de Fato | São Paulo (SP) --- O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Jorge Mussi, determinou, nesta sexta-feira (19), que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) investigue o esquema de envio massivo de notícias falsas por meio do aplicativo de mensagens Whatsapp com o objetivo de interferir no resultado das eleições presidenciais em benefício de Jair Bolsonaro (PSL). A investigação, porém, deve ser concluída apenas após a realização do segundo turno das eleições, no dia 28 de outubro.

A determinação de Mussi foi publicada em resposta a um pedido feito pela coligação encabeçada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) no dia anterior.

Bolsonaro terá cinco dias para responder aos questionamentos da Justiça Eleitoral, baseados em reportagem do jornal Folha de S.Paulo, segundo a qual empresários teriam gasto até R$ 12 milhões em contratos com agências de comunicação digital para disseminar calúnias contra Fernando Haddad, candidato do PT a presidente.

A revelação do esquema, que envolve diversas práticas ilegais – em especial, o investimento privado na campanha eleitoral, que configura abuso de poder econômico –, levou a coligação do PT, O Brasil Feliz de Novo, a apresentar um pedido de impugnação da chapa de Bolsonaro à Justiça Eleitoral, sob o argumento de que o candidato da extrema direita tinha conhecimento dos disparos de fake news. Esse pedido, porém, foi negado por Mussi.

[...]
__
TSE investigará Bolsonaro por disseminação de fake news no Whatsapp. TSE investigará Bolsonaro por disseminação de fake news no Whatsapp. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, outubro 19, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD