Header AD

Justiça Eleitoral barra candidatura do ex-Promotor Moisés.

A Justiça Eleitoral barrou a candidatura a deputado federal do ex-promotor de justiça, Moisés Rivaldo. Decisão se deu em razão do indeferimento do DRAP do Patri, que seguiu parecer do MP Eleitoral.


A Justiça Eleitoral rejeitou, na sessão de julgamento desta sexta-feira (14), o registro de candidatura de Moisés Rivaldo (Patri), que pretendia concorrer ao cargo de deputado federal.
A decisão do pleno, por maioria de votos, deu-se em razão do indeferimento do demonstrativo de regularidade (DRAP) do Patri, seguindo parecer do Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral). Da decisão cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.

Justiça informa que o DRAP do partido para o cargo de deputado federal foi negado por conta de irregularidade do Patri, no Amapá, na data de formalização dos registros de candidatura. Em razão disso, o partido foi excluído da Coligação “Aliança Social e Democrática” integrada pelos partidos Democratas (DEM), Partido Progressista (PP), Partido Social Cristão (PSC), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Partido Social Democrático (PSD).
___
Justiça Eleitoral barra candidatura do ex-Promotor Moisés. Justiça Eleitoral barra candidatura do ex-Promotor Moisés. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, setembro 15, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD