Header AD

Preso pela operação Arauto, ex-secretário do Amapá recebe solidariedade.

O ex-secretário de Planejamento Juliano Del Castilo foi conduzido à Polícia Federal na Operação Arauto, deflagrada na manhã desta quinta-feira (27). Segundo a Policia, ele teria participado, em 2013, da fraude em licitação na liberação de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), investigada pela PF e Controladoria Geral da União (CGU). Del Castilho recebeu apoio e solidariedade.


A operação Arauto deflagrada pela PF nesta manhã prendeu o advogado Juliano Del Castilo. Ele é acusado pela Polícia Federal de participar de supostas irregularidades em licitações à época que comandou a Secretaria de Planejamento do governo do Amapá.

A operação cumpriu 7 mandados de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão nas cidades de Macapá, Belém (PA), Porto Velho (RO), São Paulo (SP) e Curitiba (PR).

Segundo a PF, o esquema era articulado por um lobista que era pago pelo governo do Amapá para obter recursos para o Estado no valor de R$ 2 milhões, junto ao BNDES.

Nota

Em nota à imprensa, a defesa de Del Castilo informou que a PF estava à procura de carros de luxo e dinheiro e acabou levando apenas documentos. Del Castilho “entregou documentação comprovando que não era o gestor à época do contrato investigado”.

Repercussão e solidariedade

Nas redes sociais, o ex-secretário recebeu apoio e solidariedade. Alguns internautas consideram “estranho” a investigação de 5 anos e a 10 dias do pleito ser deflagrada, com conduções coercitivas e prisões.

Dentre as manifestações de apoio, destaca-se a nota de solidariedade do advogado Carlos Lobato - tradicional adversário político da família Del Castilo e Capiberibe, . “O acirramento tradicional da campanha eleitoral tem revelado ânimos que enodoam toda forma de urbanidade e respeito à condição da pessoa”, manifesta em nota.

Lobato diz que o ocorrido com Juliano “virou palmatória da moralidade político-eleitoral, sobrepujando o mínimo do respeito à dor que passam seus familiares e amigos”.

Ele lembra ainda a sua prisão, na qual anos depois provou inocência e condenou a sanha do estado de exceção - que utiliza a ilegalidade de “prender para investigar”.
 __

Preso pela operação Arauto, ex-secretário do Amapá recebe solidariedade. Preso pela operação Arauto, ex-secretário do Amapá recebe solidariedade. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, setembro 27, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD