Header AD

Problemas sexuais fazem homens sexualmente insatisfeitos a apoiar Bolsonaro.

Há fartos estudos sobre consequências da repressão ao sexo ou à sexualidade. Estudo do pesquisador José Greenhalk explica onda por trás da cortina opaca que esconde reais motivos de homens machistas apoiarem o candidato da extrema direita no Brasil, o deputado Jair Bolsonaro. “É um tipo de compensação. O homem não consegue se satisfazer sexualmente e acaba buscando no machismo e em figuras machistas uma forma de se afirmar como machista, já que não consegue exercer esse papel corretamente em sua intimidade” afirma o pesquisador. Ele é enfático ao enumerar três grupos distintos que apoiam o deputado extremista, (1) idosos impotentes, (2) adolescentes virgens e (3) homens com tendência homossexual que não aceitam se assumir publicamente. Ele emenda: “não importa o que falam contra os candidatos autoritários, por piores que sejam estes políticos, eles sempre serão apoiados por homens desses três grupos”.


No Jovens de Esquerda.
Problemas sexuais fazem homens sexualmente insatisfeitos a apoiar Bolsonaro.

Sexualidade poderia e rua manifestação política? Para o pesquisador José Greenhalk, doutor em comportamento humano pela universidade de Oxford, a resposta é sim. O estudioso tem em seu currículo diversos estudos na área e garante que é esse o motivo pelo qual tantos homens jovens e virgens ou homossexuais enrustidos e idosos com impotência sexual apoiam candidatos totalitários, como o candidato à presidência Jair Bolsonaro.

Segundo Greenhalk a insatisfação sexual ou a sexualidade reprimida fazem com que homens acabam adotando comportamentos machistas e venerado comportamentos de outros machistas. “É um tipo de compensação. O homem não consegue se satisfazer sexualmente e acaba buscando no machismo e em figuras machistas uma forma de se afirmar como machista, já que não consegue exercer esse papel corretamente em sua intimidade”, comenta o pesquisador. Ele é autor de diversos estudos que tendem a verificar se a sexualidade humana influencia em escolhas e atitudes diárias.

Quando Greenhalk é questionado sobre o candidato a presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ele é enfático em afirmar que os dados sobre o eleitorado confirmam que sua teoria está certa: “Um olhar profundo a respeito de como é composto o eleitorado do candidato, verifica-se que ele é predominantemente apoiado por adolescentes sem vida sexual ativa, ainda na puberdade, virgens, e também por idosos com impotência sexual. Além deles, também vemos outros homens machistas e homofóbicos apoiarem o candidato e bem sabemos que o machismo e a homofobia em geral está associada a homossexuais enrustidos que não aceitam assumir sua homossexualidade”, descreve Greenhalk no estudo.

Segundo o pesquisador, essas pessoas acabam não possuindo um comportamento racional e são levadas a apoiar candidatos autoritários independente de qualquer outro motivo. “não importa o que falam contra os candidatos autoritários, por piores que sejam estes políticos, eles sempre serão apoiados por homens desses três grupos: idosos impotentes, adolescentes virgens e homens com tendência homossexual que não aceitam se assumir publicamente”, conclui ele.

O pesquisador ainda afirmou que homens sexualmente ativos e satisfeitos com a sexualidade buscam posições políticas mais humanitárias, optando muitas vezes por posições de centro ou de centro esquerda. Procurado para se manifestar sobre o assunto, o candidato Bolsonaro não retornou os contatos.
___
Problemas sexuais fazem homens sexualmente insatisfeitos a apoiar Bolsonaro. Problemas sexuais fazem homens sexualmente insatisfeitos a apoiar Bolsonaro. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, julho 05, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


Post AD