Header AD

As tentativas de Neymar humilhar Mbappé no PSG.

Alvo das brincadeiras dos brasileiros no PSG, o atacante francês aproveita a Copa para consolidar seu status como herdeiro de Messi e subverter a hierarquia do seu clube​. 

Foto: PSG
De Diego Torres no El País Brasil.

Fayza Lamari foi uma boa jogadora de basquete da Primeira Divisão da França. A devoção por um jogo sacrificado fez com que formasse uma ideia severa da prática esportiva. No Paris Saint-Germain dizem que seu caráter áspero moldou seu filho, a nova estrela da seleção francesa, Kylian Mbappé.

[...]

No clube parisiense afirmam que a família do jogador percebeu desde setembro de 2017 que por trás das brincadeiras feitas por Neymar e Daniel Alves com Mbappé existia uma forma de menosprezo. Eles riem de suas feições. Dizem que ele parece Donatello, uma das Tartarugas Ninjas mutantes. Afirmam que uma coisa é jogar bem futebol e outra fazer o que ele faz, um puro exercício de velocidade. “Você sim é rápido!”, lhe diziam, “é muito rápido!”.

A família do jogador chegou a se sentir incomodada. O garoto sofria com a atitude de seus colegas, que se esforçavam para rebaixá-lo à categoria de novato. Um escalão que se dissolveu para sempre nessa Copa do Mundo. O torneio deixou Neymar em situação complicada, eliminado sem impor uma marca, e permitiu a Mbappé afirmar-se como o grande príncipe do futebol. O francês subverteu a ordem hierárquica do PSG colocando-se ele mesmo na frente de seus colegas na corrida pela Bola de Ouro, o prêmio mais desejado por Neymar.

[...]

Como seus próprios chefes, a indústria do futebol também resistiu a reconhecer a verdadeira dimensão de Mbappé. Os fatos obrigam a recapitular. Mbappé é o homem assinalado pelos analistas dos grandes clubes da Europa como seu principal objeto de estudo. Em primeiro lugar, porque em termos históricos seu peso futebolístico em relação a sua idade é notadamente raro. Tem 19 anos, é indiscutível na França e marcou três gols na Copa. Na sua idade, Neymar, que agora tem 26, não foi convocado para jogar a Copa da África do Sul; Messi foi reserva na Copa da Alemanha, onde marcou um gol; e Ronaldo Fenômeno ganhou a Copa dos Estados Unidos sem sair do banco. Os precedentes só permitem a comparação de Mbappé com Pelé, que com 17 anos marcou seis gols na Copa de 1958.

[...]

DA BRONCA DE TOULOUSE AO SARCASMO DE DANI ALVES 

Dani Alves não cumprimentou Kylian Mbappé por seus dois gols na Argentina. Postou uma foto no Instagram com a imagem de Donatello, a Tartaruga Ninja: “Donatelo tá rápido heinnn”. 

No PSG dizem que Alves fez essa piada por indicação de Neymar. “Rápido”, no código dos brasileiros de Paris, equivale a vulgar. O primeiro a saber disso é Mbappé, homem que raramente se irrita, há tempos avisou os colegas que não gostava que pegassem no seu pé nem o chamassem de Donatello. As pessoas que convivem com eles no clube lembram que Mbappé evita Neymar desde que o encarou porque não lhe passava a bola, no jogo na casa do Toulouse, em fevereiro. Quando a partida terminou, Neymar o mandou passear e Mbappé lhe pediu explicações. A discussão esquentou. Tiveram de ser separados no vestiário. Desde então – com exceção do protocolo da final do campeonato francês– mal se falam.

___
As tentativas de Neymar humilhar Mbappé no PSG. As tentativas de Neymar humilhar Mbappé no PSG. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, julho 11, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD