Header AD

Designer cria camisa da seleção para a esquerda não ser confundida com "pato amarelo".

Designer gráfica Luisa Cardoso é a responsável pela produção da camisa da seleção brasileira com escudo do comunismo e brasão da Confederação Brasileira de Desportos (CBD). O modelo criado vai ser produzido e vendido.


No #Fera --- 2018 já provou que vai ser um ano de acalorados debates políticos. Em junho começa a Copa do Mundo, em outubro teremos as Eleições Gerais. Incomodada com o uso da camiseta amarela da seleção brasileira por manifestantes de direita, a designer gráfica Luisa Cardoso criou uma versão vermelha para os torcedores simpatizantes da esquerda.

Em uma postagem no Facebook, Luisa afirmou que a peça é voltada para aqueles que têm medo de serem confundidos “com pato paneleiro”. O pato foi um símbolo usado pela Fiesp durante as manifestações pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A ideia surgiu no último fim de semana, no Twitter e no início pareceu uma brincadeira. Em uma notícia que mostrava manifestantes limpando a calçada do prédio da ministra do STF Carmen Lúcia muitos vestiam a "amarelinha". “Por favor alguém cria uma camiseta da CBF vermelha? Não quero usar a amarela na Copa”, escreveu uma amiga da designer.

[...]

Ela garante que sua intenção com a venda da peça não é ter lucro. As peças serão vendidas a R$ 40,00 com o nome nas costas e R$ 45,00 sem o nome. Para não criar conflito com a CBF, a camiseta vermelha, que deve começar a ser entregue no fim de abril, terá o escudo da antiga CBD –  Confederação Brasileira de Desporto.
___
Designer cria camisa da seleção para a esquerda não ser confundida com "pato amarelo". Designer cria camisa da seleção para a esquerda não ser confundida com "pato amarelo". Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, abril 10, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


Post AD