Header AD

Governo Waldez diz que valoriza educação com data base de 2,8% em 4 anos.

O site oficial do Governo do Estado do Amapá (GEA) diz que a partir do mês de abril os servidores serão, enfim, valorizados com reajuste salarial da data-base de 2.8% em quatro anos de governo do pedetista Waldez Góes. O GEA diz ainda que as gratificações dos servidores da Educação alcançaram 20%. O anúncio da data-base ocorreu nesta segunda-feira (26), em coletiva de imprensa no auditório da Seplan. Ações na prática indicam contrário do que afirma o governo Waldez.


As medidas foram anunciadas em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (26), com a participação dos gestores das Secretarias de Estado do Planejamento (Seplan), Antônio Teles Junior; da Fazenda (Sefaz), Josenildo Abrantes; e da Administração (Sead), Suelem Furtado. Eles, em forma uníssono, dizem que o governo dará "continuidade ao processo de valorização do servidor", após reajuste de 2,8% a partir de abril. Exaltam suposto acréscimo de 20% de Gratificação de Suporte Pedagógico ao Exercício da Docência (GSPD), Gratificação de Regência de Classe (GRC) e Gratificação para Pedagogo e Auxiliares Educacionais (GPAE).

O servidores estaduais tiveram perdas só com inflação, no período de 2015 a 2017, de mais de 26%', segundo dados revelados pela União Sindical, no entanto, o reajuste em 2015 foi 0%; em 2016: 0% ; 2017: 0%  e agora em 2018: apenas 2,8%.

Ações na prática mostram o contrário do que diz governo.

(1) Durante a propaganda eleitoral de 2014, Waldez Góes disse que iria dialogar, valorizar os servidores públicos e antecipar o pagamento para todo dia 25 de cada mês. No entanto, na prática, desde que assumiu o governo, em janeiro de 2015, um dos primeiros atos de Waldez foi aumentar o seu próprio salário, do vice-governador e dos secretários.

(2) O governador Waldez Góes parcelou os salários dos servidores de duas vezes. No último dia do mês, eles recebem 60%, os outros 40% são pagos no dia 10 de cada mês. 

(2) Apesar do governador Waldez não ter dado aumento para os servidores, a folha de pagamento sofreu inchaço, mesmo tendo servidores indo para o quadro da União. De acordo com dados do Portal da Transparência do Governo do Amapá, a folha de pagamento de pessoal na gestão do governador Waldez Góes (PDT) saltou em 2016 para R$ 171.223.006,51. No mesmo período de 2014, o custo era de R$ R$ 151.399.734,20. Ou seja, os gastos saltaram mais de R$ 20 milhões por mês. No ano foram mais de R$ 260 milhões. 

Diante desvalorização dos profissionais da educação, os professores da rede pública cruzarão os braços nesta terça (27) e quarta-feira (28) iniciando indicativo de greve para próximas semanas.
(Com informações do GEA e MZ portal)

___
Governo Waldez diz que valoriza educação com data base de 2,8% em 4 anos. Governo Waldez diz que valoriza educação com data base de 2,8% em 4 anos. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, março 26, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD