Header AD

Fake News: Professores contestam matéria do jornalista Seles Nafes.

Professores usuários do Facebook não aceitam como verdade matéria publicada no site do jornalista Seles Nafes e repercutida nas redes sociais cujo conteúdo é supostamente a favor do governo Waldez e evidentemente contra a categoria dos profissionais da educação, na questão do reajuste de 2,8% em 4 anos concedido pelo governo do pedetista.


Matéria publicada em siteblog do jornalista Seles Nafes repercute entre os profissionais da educação.Eles refutam publicação com conteúdo que "limpa a barra" do governador Waldez Góes. Segundo Seles Nafes, os profissionais da educação "terão aumento de 20% nas gratificações", que também passarão a ser incorporadas ao salário-base". Internautas acusam matéria de "fake news".

---"Péssima fake news"--- contesta professor internauta. Outro acusa o jornalista de ser assessor de imprensa do governo. "Você presta um desserviço à sociedade destorcendo os fatos e falando como um assessor de imprensa do governo. Não minta para o povo, senão sua briosa história no jornalismo amapaense vai escorrer pelo ralo", alerta.

E complementa: "O que esse governo enfadonho e enganador está propondo é um reajuste linear a todos os servidores, o que incluiria os professores. Além disso, ele oferece um aumento no percentual da Gratificação de Referência de Classe (GRC), que passaria dos atuais 15% para 20%. Com isso, o aumento real é de 7,8% (2,8% no VB e 5% na GRC), mas o ganho final é bem menor. Não se trata de um aumento de 20% nas gratificações, como veiculado na matéria", esclarece o professor.

Acompanhe, aqui.

___
Fake News: Professores contestam matéria do jornalista Seles Nafes. Fake News: Professores contestam matéria do jornalista Seles Nafes. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, março 27, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


Post AD