Header AD

Com perdas chegam a 26%, Waldez anuncia data-base de 2,8% aos servidores.

O governador Waldez Góes (PDT) anunciou, nesta segunda-feira (26), a data-base dos servidores públicos estaduais em coletiva de imprensa, ocorrida às 10h, na Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan). 


Após mais de três anos sem repor perdas inflacionárias ao funcionalismo público estadual e pressionado pelo período eleitoral, Waldez anuncia apenas 2,8% de reajuste diante de perdas que somam 26%, segundo informa União sindical.

Comparação de reposições entre o governo Waldez e o governo Camilo - sobre salário base dos servidores - mostram discrepâncias em relação à valorização do servidor público..

Gov. atual.

2015: 0%
2016: 0%
2017: 0%
2018: 2,8%

Gov. anterior.

Perdas inflacionárias acumuladas no período foram de 24,13% e 24,13% de reposição salarial linear foi concedido para todos os servidores públicos do quadro efetivo do Estado.

Classe educacional.

Os profissionais da educação (professores e corpo técnico educacional) foram um dos mais valorizados no governo do socialista Camilo Capiberibe, com 27% de reajuste e que poderiam ter chegado a 36%, no entanto recusaram os 8,56% a mais oferecido pelo governador.

Classe militar.

Os policiai militares e civis tiveram aumento de 36%, além de mais 100% de aumento no auxílio fardamento aos militares e promoções aos civis.

Classe administrativa.

Ao funcionalismo do quadro da administração pública foram mais de 36% para o grupo de nível fundamental e médio.

Classe da Saúde.

Foram mais 24,13% de reajuste para enfermeiros, mais aumento de 100% na gratificação de atividade em saúde.

Classe da Extensão Rural.

RURAP, PESCAP E IEF foram 44, 13% de aumento com a
Gratificação de Produtividade de Extensão Rural.

Detalhe: Durante a campanha eleitoral, o governador Waldez Góes disse que iria dialogar, valorizar os servidores públicos e antecipar o pagamento para todo dia 25 de cada mês. No entanto, desde que assumiu o governo, em janeiro de 2015, um dos primeiros atos de Waldez foi aumentar o seu próprio salário, do vice-governador e dos secretários. Além disso, o governador Waldez parcelou os salários dos servidores de duas vezes. No último dia do mês, eles recebem 60%, os outros 40% são pagos no dia 10 de cada mês. Além do mais, a folha de pagamento sofreu inchaço, mesmo tendo servidores indo para o quadro da União.

De acordo com a União Sindical, que realiza ato nesta terça-feira, 27, em frente ao Palácio do Setentrião, as perdas na gestão do pedetista chegam à 26%. “SERÁ QUE O AMAPÁ VAI ESQUECER OS 4 ANOS DE SOFRIMENTO E RECESSÃO? DIA 27, TERÇA-FEIRA, 09:00H, PRAÇA DA BANDEIRA. VENHA LUTAR CONOSCO!”, diz comunicado na internet.

___
Com perdas chegam a 26%, Waldez anuncia data-base de 2,8% aos servidores. Com perdas chegam a 26%, Waldez anuncia data-base de 2,8% aos servidores. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, março 26, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD