Header AD

Capiberibe aciona Polícia Federal para investigar "fake news".

O senador João Capiberibe (PSB-AP) solicitou na tarde desta quinta-feira (29), à Polícia Federal (PF) que investigue a publicação na internet de uma notícia falsa, a chamada "fake news", onde tenta atribuir ao senador socialista um possível "ataque político aos servidores da transposição".


Capiberibe disse que não será tolerado qualquer tipo de desinformação no sentido de tentar enganar à população. "Não se pode tolerar a calúnia e a difamação, para os mentirosos os rigores da Lei. Os autores e repetidores, ou seja, quem compartilha essa mentira serão investigados para que se conheça a origem dos covardes que se escondem atrás de mentiras e que eles e seus colaboradores respondam pelo crime que cometem", enfatizou.
                           
A notícia falsa surge após completar uma semana do lançamento da pré-candidatura de Capiberibe ao Governo do Amapá. "Nos anos que governou o Amapá, o PSB sempre garantiu salários em dia e reajustes acima da inflação para todos os servidores do Estado e vamos continuar lutando em prol do melhoramento das condições de trabalho e valorização do funcionalismo público", afirmou.

Fake news é crime

A produção de notícias falsas pode ser tipificada como crimes contra a honra, tais como: calúnia, injúria e/ou difamação. Se condenada, a pessoa responsável pela fake news e mesmo aquele que reproduz pode ter decretada a prisão por no mínimo 6 meses à 1 ano, nos termos das leis vigentes.


____
Capiberibe aciona Polícia Federal para investigar "fake news". Capiberibe aciona Polícia Federal para investigar "fake news". Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, março 30, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD