Header AD

‘Votarei favoravelmente’ com Decreto de intervenção Federal no RJ, diz Ranodlfe.

O Senador Raqndolfe Rodrigues (REDE-AP) usou o Twitter para manifestar voto favorável à intervenção Federal no Estado do Rio proposta pelo presidente ilegítimo, Michel Temer (MDB); Medida extrema recebeu críticas devastadoras contra Decreto proposta pelo emedebista.


Atualizado em 18/02/2018, às 14h49'---‘Votarei favoravelmente ao decreto, em decorrência da situação de calamidade no RJ’--- escreveu no Twitter, neste sábado (16), o senador amapaense. No entanto, o senador ressalta que o Congresso deve acompanhar o processo de interferência na Segurança Pública do Rio de Janeiro. “Mas é importante que o Congresso acompanhe de perto a evolução dessa intervenção, para que não se torne pretexto para suprimir o regime democrático e encetar uma ruptura autoritária”.

Críticas contundentes.

Especialistas na área de Segurança Pública, artistas e jornalistas fizeram duras críticas à medida extrema. Para a professora da Universidade Federal Fluminense (UFF), Jaqueline Muniz, em entrevista à GloboNews, o decreto que prevê a intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro é paliativa e eleitoreira. "Temos assistido é a substituição do feijão com arroz, o dia-a-adia dos policiamentos, por operações policiais, pela teatralidade operacional, que tem rendimento político, eleitoral, mas pouco efeito no cotidiano", disse ela.

De acordo com a  estudiosa, "se é para combater o crime organizado, não será este efeito espanta barata, com o sobe e desce dos morros". "A impressão é a de que o comando militar chegou ao Rio para passar o Carnaval, gostou e resolveu governar", acrescentou ela. "Tem uma articulação política por trás".

O ator Gregório Duviver foi direto ao ponto ao comentar a "guerra ao crime organizado" anunciada por Michel Temer, denunciado por corrupção e comando de organização criminosa, além de investigado por propinas nos portos. "O presidente que usa as Forças Armadas para ofuscar a derrota da Reforma da Previdência é o mesmo que cortou os investimentos em segurança pública em 10,3%. O chefe de quadrilha agora comandará uma intervenção militar", diz ele em coluna ao jornal Folha de São Paulo.

O jornalista Luiz Nassif também fez duras críticas ao Decreto de Temer ao apontar no “xadrez da segunda nova etapa do golpe político”. Para ele, "A ideia de que a intervenção no Rio é democrática, porque segue os preceitos da Constituição é tão falsa quanta a da legalidade do impeachment", diz o jornalista, no jornal GGN.  "Como não houve pontos fora da curva entre os comentaristas (da Globo), reafirma-se a suspeita de que as medidas já eram de conhecimento da Globo, que, assim, teve tempo de alinhar seus soldados – ao contrário do que ocorreu nos primeiros momentos das delações da JBS", acrescenta. "Trata-se, portanto, de um novo golpe, com papel central das Organizações Globo", conclui.

O Senador Randolfe Rodrigues talvez não tenha tomado conhecimento dos índices de violência nos últimos anos no Rio de Janeiro. Números da Secretaria de Segurança Pública do Estado apontam que o carnaval deste ano foi até menos violento em comparação com períodos de outros carnavais.

NÚMEROS DESMENTEM AUMENTO DA VIOLÊNCIA NESTE CARNAVAL.



___

‘Votarei favoravelmente’ com Decreto de intervenção Federal no RJ, diz Ranodlfe.  ‘Votarei favoravelmente’ com Decreto de intervenção Federal no RJ, diz Ranodlfe. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, fevereiro 18, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD