Header AD

‘Votarei favoravelmente’ com Decreto de intervenção Federal no RJ, diz Ranodlfe.

O Senador Raqndolfe Rodrigues (REDE-AP) usou o Twitter para manifestar voto favorável à intervenção Federal no Estado do Rio proposta pelo presidente ilegítimo, Michel Temer (MDB); Medida extrema recebeu críticas devastadoras contra Decreto proposta pelo emedebista.


Atualizado em 18/02/2018, às 14h49'---‘Votarei favoravelmente ao decreto, em decorrência da situação de calamidade no RJ’--- escreveu no Twitter, neste sábado (16), o senador amapaense. No entanto, o senador ressalta que o Congresso deve acompanhar o processo de interferência na Segurança Pública do Rio de Janeiro. “Mas é importante que o Congresso acompanhe de perto a evolução dessa intervenção, para que não se torne pretexto para suprimir o regime democrático e encetar uma ruptura autoritária”.

Críticas contundentes.

Especialistas na área de Segurança Pública, artistas e jornalistas fizeram duras críticas à medida extrema. Para a professora da Universidade Federal Fluminense (UFF), Jaqueline Muniz, em entrevista à GloboNews, o decreto que prevê a intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro é paliativa e eleitoreira. "Temos assistido é a substituição do feijão com arroz, o dia-a-adia dos policiamentos, por operações policiais, pela teatralidade operacional, que tem rendimento político, eleitoral, mas pouco efeito no cotidiano", disse ela.

De acordo com a  estudiosa, "se é para combater o crime organizado, não será este efeito espanta barata, com o sobe e desce dos morros". "A impressão é a de que o comando militar chegou ao Rio para passar o Carnaval, gostou e resolveu governar", acrescentou ela. "Tem uma articulação política por trás".

O ator Gregório Duviver foi direto ao ponto ao comentar a "guerra ao crime organizado" anunciada por Michel Temer, denunciado por corrupção e comando de organização criminosa, além de investigado por propinas nos portos. "O presidente que usa as Forças Armadas para ofuscar a derrota da Reforma da Previdência é o mesmo que cortou os investimentos em segurança pública em 10,3%. O chefe de quadrilha agora comandará uma intervenção militar", diz ele em coluna ao jornal Folha de São Paulo.

O jornalista Luiz Nassif também fez duras críticas ao Decreto de Temer ao apontar no “xadrez da segunda nova etapa do golpe político”. Para ele, "A ideia de que a intervenção no Rio é democrática, porque segue os preceitos da Constituição é tão falsa quanta a da legalidade do impeachment", diz o jornalista, no jornal GGN.  "Como não houve pontos fora da curva entre os comentaristas (da Globo), reafirma-se a suspeita de que as medidas já eram de conhecimento da Globo, que, assim, teve tempo de alinhar seus soldados – ao contrário do que ocorreu nos primeiros momentos das delações da JBS", acrescenta. "Trata-se, portanto, de um novo golpe, com papel central das Organizações Globo", conclui.

O Senador Randolfe Rodrigues talvez não tenha tomado conhecimento dos índices de violência nos últimos anos no Rio de Janeiro. Números da Secretaria de Segurança Pública do Estado apontam que o carnaval deste ano foi até menos violento em comparação com períodos de outros carnavais.

NÚMEROS DESMENTEM AUMENTO DA VIOLÊNCIA NESTE CARNAVAL.



___

‘Votarei favoravelmente’ com Decreto de intervenção Federal no RJ, diz Ranodlfe.  ‘Votarei favoravelmente’ com Decreto de intervenção Federal no RJ, diz Ranodlfe. Reviewed by DMM on domingo, fevereiro 18, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD