Header AD

Randolfe e Davi votarão juntos a favor da intervenção militar no RJ.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) usou as redes sociais para anunciar que votará favoravelmente a intervenção militar no Rio de Janeiro; a votação no Senado acontece hoje às 16h, e da bancada do Amapá terá também o apoio do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), vice-líder do governo Temer no Senado ; o senador João Capiberibe (PSB-AP) votará contra.


 A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta terça-feira (20) o decreto que autoriza a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. O texto foi aprovado por 340 votos a 72 (além de uma abstenção).

Sobre a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro, o senador Randolfe fez o seguinte comentário: “deixo claro que votarei favoravelmente à medida, dada a gravidade da crise fluminense, embora com desconfiança em relação às intenções de Temer e sobre os resultados de mais essa promessa”.

Setores progressistas criticaram o posicionamento do senador da Rede. “Lamentável decisão, senador. Vai dar carta branca para mais assassinatos e encarceramento em massa de jovens das favelas. No seu lugar, não ficaria com a consciência tranquila. Que tal intervenção militar nos helicópteros e pistas de pouso de senadores e deputados?”, escreveu na própria página do senador Randolfe, o internauta Wellen Lyrio.

 ---'Caiu na conversinha da Globo. Passando exaustivamente imagens do Rio. Até parece que essa violência surgiu no carnaval. Aqui tá violento sim, mas tem outros estados que estão igualmente violento'---, escreveu Bete Maia.

Em discurso nesta segunda-feira (19), o senador João Capiberibe (PSB-AP) criticou a falta de política do governo federal para a segurança pública, afirmando que a intervenção federal no Rio de Janeiro é somente uma medida para desviar a atenção dos cidadãos. Ele disse que só seria favorável à medida se o interventor, general Braga Netto, tivesse a liberdade para prender a cúpula do governo fluminense, incluindo o governador, Luiz Fernando Pezão.

---‘A começar com o governador. Mandar pra cadeia a cúpula da Assembleia Legislativa e do Judiciário no Rio de Janeiro. Aí, sim, aí eu concordaria. Depois, o general Braga iria se ocupar do tráfico. Porque, enquanto tiver esse time jogando no Rio de Janeiro, não tem Exército brasileiro, nem exército no mundo que consiga controlar a violência no Rio de Janeiro’--- disse o senador.

 Segundo o parlamentar, o governo delega aos estados o dever de garantir a ordem e a segurança dos cidadãos por não ser capaz de cumprir essa missão.

Para Capiberibe, além de ter acontecido contra a vontade dos militares, a intervenção do Exército no Rio de Janeiro não resolverá os problemas do estado.

___
Randolfe e Davi votarão juntos a favor da intervenção militar no RJ. Randolfe e Davi votarão juntos a favor da intervenção militar no RJ. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, fevereiro 20, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


Post AD