Header AD

Na surdina, vereadores aprovam alteração na Lei Orgânica.

O prefeito da Capital Macapá, Clécio Luís (REDE) conseguiu aprovar na Câmara Municipal projeto de lei que suprime direitos dos servidores públicos.Votação ocorreu depois de desocupação do prédio por determinação judicial.


Segundo o jornalista Seles Nafes, a votação ocorreu por volta das 16h desta sexta-feira (29). Estavam presentes apenas os vereadores e poucos assessores. As galerias, que no dia anterior foram tomadas por manifestantes, estavam vazias.

Aprovação da Lei Orgânica foi possível depois da decisão do juiz plantonista Luiz Hauseller, do Tribunal de Justiça do Amapá, que mandou desocupar Câmara de Vereadores de Macapá. Os manifestantes saíram pacificamente do local sob pressão do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), e a alteração foi efetivada. A sessão foi fechada, e nem a imprensa pôde registrar, segundo informa jornalista Seles Nafes.

Contraponto

Os sindicalistas dizem que o projeto retira vantagens, como o anuênio do trabalhador, retira 50% de férias, corta adicional de nível superior e quebra isonomia entre os trabalhadores da educação. A prefeitura diz que essa interpretação é fruto de uma desinformação da letra da lei.

O projeto teve 14 votos favoráveis. Os votos contrários foram dos vereadores: Auciney Maciel (PSDB), Diego Duarte (PTC) Marcelo Dias (PSDB) e Cláudio Góes (PDT).

Houve três ausências Iury Pelaes (PMDB), Patriciana Guimarães (PRP), Odilson Nunes (PRB). Pastor Didio (PRB) não votou.

____
Na surdina, vereadores aprovam alteração na Lei Orgânica. Na surdina, vereadores aprovam alteração na Lei Orgânica. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, dezembro 30, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


Post AD