Header AD

Ex-promotor Moisés Rivaldo tem prisão relaxada em 2ª Instância.

Decisão Judicial da última terça-feira (26) em segunda Instância do Tribunal Regional Federal (TRF), 1ª Região, relaxou prisão preventiva do empresário Moisés Rivaldo, preso havia quase um mês decorrente da operação da Polícia Federal denominada ‘Minamata’.


Moisés é acusado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal de arrendar ilegalmente uma parte do garimpo do Lourenço pela quantia de R$ 800 mil, e que forçava trabalhadores à condição de trabalho análogo à escravidão. No dia 30 de novembro, a PF do Amapá deflagrou a Operação Minamata, prendendo ao todo 11 pessoas, entre elas o ex-promotor.

Aliados políticos do empresário nas redes sociais têm dito que a prisão do ex-promotor decorreu porque nome do político era o que mais crescia nas pesquisas para o Senado Federal, e isso teria incomodado “políticos poderosos”, com e sem mandato.

Eles afirmam também que a operação da Polícia Federal foi sigilosa, porém mesmo antes dela acontecer, já haviam vários carros da imprensa em frente à residência do Promotor.

----‘A PF entrou na residência (do empresário) e não encontrou literalmente nada, alegaram que estavam em busca de ouro e a única coisa que encontraram foram as joias da Romanel da Dona Maria Do Carmo Pereira (Que detalhes, nem de ouro são)’---, afirmou eleitor de de Moisés no Facebook. Segundo ele, viraram e reviraram tudo e nada encontraram, e que isso justifica a PF nunca ter divulgado foto alguma de algo apreendido, uma vez que nada foi encontrado.

Esses aliados políticos de Moisés Rivaldo sugerem que prisão teve conotação política. “Não podemos esquecer que o Diretor da PF semanas antes havia sido trocado e quero lembrar que a Diretoria da PF em parte é indicação política”, afirmam, visto que Chefe Geral da PF é indicação do ex-senador pelo Amapá, José Sarney.

Por fim, esses interlocutores de Rivaldo dizem que, no momento da prisão, a polícia não encontrou nada de concreto que apontasse a participação do Promotor Moisés em algo criminoso, sempre trabalharam com suposições (algo que foi falado na primeira entrevista dado pelo delegado da PF: “Não há nada que comprove a participação dele”) Mas mesmo assim foi preso.
___

Ex-promotor Moisés Rivaldo tem prisão relaxada em 2ª Instância. Ex-promotor Moisés Rivaldo tem prisão relaxada em 2ª Instância. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, dezembro 27, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD