Header AD

A elite corre para condenar Lula antes da eleição. Guerra civil à vista?

A data marcada pelo preposto da elite brasileira, o Tribunal Regional Federal-TRF4 no dia 24 de Janeiro para a condenação e prisão do ex-presidente Lula, com objetivos evidentes de tirá-lo da disputa eleitoral, provocou reação em diversos democratas espalhados pelo país.

Foto: Miguel Schincariol - AFP.
Pelo Twitter, o governador do Maranhão manifestou solidariedade ao ex-presidente Lula, que será julgado pelo TRF4 no dia 24 de janeiro contra condenação pelo juiz Sergio Moro a nove anos e meio de prisão no caso do tríplex do Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato.

---'O Estado Policial acha que pode tudo. Não pode. Por isso, ainda tenho esperança em justiça para o ex-presidente Lula. No caso do tal apartamento triplex, ele é vítima de uma sequência de absurdos jurídicos. Caso estarrecedor'---, disse Flávio Dino, ex-presidente da Associação Nacional de Juízes Federais (Ajufe).

Ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu convocou o povo às ruas no dia do julgamento, que na prática será um enforcamento, do ex-presidente Lula.

---'A hora é de ação, não de palavras, transformar a fúria e revolta, a indignação e mesmo o ódio em energia, para a luta e o combate. Todos a Porto Alegre dia 24, o dia da revolta'---, diz Dirceu.

"Criar mobilizar um dois três.... milhares de comitês em defesa de Lula. Denunciar, desmascarar e combater a fraude jurídica e o golpe político. As ruas para ir as urnas e derrotar os inimigos da democracia da soberania do povo trabalhador e do Brasil", pede o ex-ministro.

O professor de Relações Internacionais da UFABC e militante do PSOL Gilberto Maringoni afirma que é preciso uma reação rápida e forte contra a confirmação da condenação do ex-presidente Lula, que deve ser feita pelo TRF-4 no dia 24 de janeiro.

---'Condenar Lula significa transformar o país numa esbórnia", diz ele. "Condenar Lula significa fraudar as eleições de 2018. Condenar Lula significa o dar golpe dentro do golpe. Por isso, agora é hora da frente dos que gostam e dos que não gostam de Lula – mas que estão com a democracia – contra algo que atinge a quase todos. É hora da frente ampla contra a segunda fase do golpe!'---, diz Maringoni.

O jornalista Kennedy Alencar afirmou nesta quarta-feira, 13, que a decisão do TRF-4 em julgar a jato o recurso do ex-presidente Lula é um "casuísmo para acelerar a tentativa de retirada de Lula da eleição de 2018".

---'A tramitação recorde se revela um casuísmo porque o nome na capa do processo é o de Lula. Isso é errado", diz ele; "Juízes não devem fazer política. Quando interferem no processo político, magistrados permitem que sejam questionadas a imparcialidade e a justiça de suas decisões. É o que está acontecendo no caso de Lula'---, afirma Kennedy.

Em vídeo, jornalistas discutem possibilidade de guerra civil no Brasil.



Com informações do Brasil/247

___
A elite corre para condenar Lula antes da eleição. Guerra civil à vista? A elite corre para condenar Lula antes da eleição. Guerra civil à vista? Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, dezembro 13, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário


SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.

O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não há necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD