Header AD

Divisão no PT provoca incerteza em Waldez e nomeação na SEMA ainda é um mistério.

Desde a reunião do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores do Amapá (PT/AP), realizada no último sábado (18), quando através de votação apertada o partido aprovou embarque no governo de Waldez Góes (PDT), a posse do novo gestor na Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA) oficializando a composição ainda é incerta.


Pessoas próximas ao presidente do PT Antônio Nogueira dizem que foi vendido para Waldez que o partido sairia unido em torno do projeto de reeleição para 2018, e que a posse do novo gestor da SEMA aconteceria na semana passada. No entanto, o que se viu durante a semana foi a divisão explícita do partido, até com a entrada do membro da Executiva Nacional, Marcus Sokol, dizendo que a decisão local não se sustenta.

Outra dificuldade é a indicação de um nome que possa ocupar o cargo de secretário da SEMA. O próprio presidente Antônio Nogueira está impedido de ocupa-lo por conta de condenação na justiça, bem como o irmão, o ex-deputado José Luís, que se envolveu em acidente com vítima fatal.

O outro nome que poderia ocupar o cargo seria o vice-presidente do partido, Marcos Roberto, mas por conta de um áudio que vazou da reunião do diretório em que ele afirma não está contente com o parcelamento de salários e criticou duramente a onda de violência que acontece no Estado também teve o nome vetado por Góes.

Há outra incerteza que veio à tona por conta da decisão apertada tomada pelo PT local, de embarque no governo pedetista: a avaliação da Executiva nacional do Partido dos Trabalhadores, de homologar (ou não) decisão tomada pela Executiva estadual.

---‘Tô informado efetivamente desta decisão do diretório regional do estado. Acho que ela não se sustenta, espero que o bom senso faça o companheiro Nogueira e outros companheiros refletirem sobre um descompasso, digo isto porque tem uma contradição explicita na resolução que tive oportunidade de ler, quando ela aponta para compor com partidos que não estão no nosso arco de aliança, como o PSDB PSD e PPS, por exemplo, que estão na gestão do govenador Waldez Góes’---, esclarece o economista e dirigente petista da Executiva Nacional, Markus Sokol.

___

Divisão no PT provoca incerteza em Waldez e nomeação na SEMA ainda é um mistério. Divisão no PT provoca incerteza em Waldez e nomeação na SEMA ainda é um mistério. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, novembro 26, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD