Header AD

Áudio: professor reclama do parcelamento de salários, mas embarca no governo Waldez.

O ex-secretário de segurança pública do Estado no governo de Camilo Capiberibe (PSB), professor e vice-presidente do PT/Ap, Marcos Roberto, teve participação decisiva para o Partido dos Trabalhadores compor o governo de Waldez Góes (PDT). O placar foi 19X16.


Ao justificar o voto durante reunião que decidiu embarque no governo Waldez —  tentando qualificar sua mudança de posição política, que no passado foi ferrenho opositor ao atual governador Waldez Góes, por conta da prisão do pedetista na operação Mãos Limpas — o professor Marcos Roberto revela, em um áudio que circula nas redes sociais, seu descontentamento e desgosto com o parcelamento de salários.

---‘Eu sou professor, eu sou servidor público, eu estou contente que o meu salário está parcelado? Eu não estou. Ninguém está’---, disse Marcos Roberto, que até 2014 era fiel defensor da aliança PT/PSB para combater o retrocesso representado pelo atual governador Waldez Góes e o ex-senador José Sarney (PMDB).

Marcos Roberto foi candidato por duas vezes, em 2010 e 2014, na coligação PT/PSB, ao Senado e a uma vaga na Câmara federal, respectivamente.

Assista o áudio com um vídeo que está circulando nas redes sociais.


_____
Áudio: professor reclama do parcelamento de salários, mas embarca no governo Waldez. Áudio: professor reclama do parcelamento de salários, mas embarca no governo Waldez. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, novembro 24, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD