Header AD

Presidente do PT-Ap a Davi e DEM: ‘Eles são contra trabalhadores’.

Entrevista do presidente do Partido dos Trabalhadores, Antônio Nogueira, ao jornal do grupo político do governador Waldez Góes, sinaliza em que palanque o PT irá subir nas eleições de 2018. DEM do senador Davi Alcolumbre está descartado: ‘Eles são contra trabalhadores’, afirma o petista.

Do Editor.

Atualizado em 03/10/2017, às 9h23' — O jornal A Gazeta, impressoo ligado ao governador Waldez Góes, do PDT, entrevistou no último final de semana o presidente do Partido dos Trabalhadores do Amapá, Antônio Nogueira. Em certo momento o petista foi questionado sobre possível apoio da legenda a Waldez ou Davi, no pleito de 2018. Nogueira não titubeou e de bate pronto disse: ‘Eles [Dai e DEM] são contra trabalhadores’.
Na ocasião, Nogueira teria feito questão de frisar veementemente: com Davi e DEM “não tem conversa”.

O PT-Ap se planeja para eleições de 2018 e deve priorizar disputa pelas cadeiras da Assembleia Legislativa local e da Câmara Federal. O partido indicará o vice na chapa que disputará o governo do Amapá, ou na garupa de Waldez ou na do senador Capiberibe, já que com o Davi e o DEM ‘não tem conversa’.

Davi é o principal cacique local dos Democratas (DEM), é também vice-líder do governo de Michel Temer no Senado. DEM e PSDB e parte do PMDB conspiraram a luz do dia para a derrubada da presidente eleita legitimamente, Dilma Roussef. Eles fizeram o diabo a quatro para destruir o Partido dos Trabalhadores, e acabaram destruindo o Brasil. Por isso os petistas de norte a sul rejeitam completamente qualquer aliança com golpistas, principalmente os filiados no DEM e no PSDB.

Destino do PT-Ap.

Embora o presidente do PT tenha supostamente afirmado ao jornal pedetista sobre conversas avançadas com o PDT do governador Waldez Góes — que teria sinalizado pela possibilidade de fazer convite para que o PT integre o primeiro escalão do governo antes do final deste ano — se dependesse de fato da vontade do presidente Antônio Nogueira, certamente se aliaria ao governador Waldez Góes, porém, ventos que sopram em alianças empurram o PT para os braços do PSB, de João Capiberibe.

Houve dois empecilhos para as supostas pretensões de Nogueira de continuar no governo de Waldez.

Um, a candidatura de Ciro Gomes do PDT, que se tornou irreversível segundo afirmou Carlo Lupi nesta segunda – feira (2), desse modo, inviabilizará aliança na vertical com o PT, pois os petistas devem lançar Lula ou outro candidato apoiado pelo ex-presidente, caso seja limado no tapetão.

Outra, e definitiva, o convite de Lula para o senador Capiberibe participar de ato em defesa da RENCA e da Amazônia que seria realizado em Macapá, antes da extinção do decreto pelo presidente ilegítimo, Michel Temer. Fato fez o governador exonerar imediatamente Nogueira de cargo de confiança e precipitou para breve a escolha inevitável pelo PSB.

PT e PSB governaram o Amapá por 12 anos, ou seja, por três mandatos desde a passagem de território federal a Estado, no início dos anos 90. A aliança foi vitoriosas com PSB na cabeça de chapa e o PT na vice.
___
Presidente do PT-Ap a Davi e DEM: ‘Eles são contra trabalhadores’. Presidente do PT-Ap a Davi e DEM: ‘Eles são contra trabalhadores’. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, outubro 02, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD