Header AD

Marília é condenada a devolver R$ 663 mil aos cofres públicos.

Marília Góes (PDT) teria apresentado notas fiscais inconsistentes e pago por serviços inadequados. Parlamentar diz que vai recorrer e alega que Justiça não analisou parte das provas.

Foto: Alap.
No G1 AP, Macapá.

A deputada estadual Marília Góes (PDT) foi condenada por improbidade administrativa e terá que devolver aos cofres públicos R$ 663 mil em verba indenizatória que teriam sido ressarcidos indevidamente através de notas fiscais. A decisão da 4ª Vara Cível e de Fazenda Pública foi publicada na quinta-feira (14).

Além da devolução dos valores, a juíza Alaíde Maria de Paula determinou a suspensão dos direitos políticos da parlamentar, além da proibição de contratação com o Poder Público. A sentença partiu de ação ingressada pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), que falou em "uso indevido de recursos públicos" e "enriquecimento ilícito.

A defesa da parlamentar vai recorrer da decisão. Por ser em primeira instância, as penas não serão aplicadas de forma imediata.

Em nota, a deputada, que é esposa do governador do Amapá, Waldez Góes, informou que respeita, mas discorda da decisão judicial. O texto justifica que "todas as despesas foram realizadas estritamente no interesse do mandato parlamentar e observando rigorosamente todas as regras legais disciplinadas pela Assembleia Legislativa".

Entre as inconsistências apresentadas em notas fiscais recolhidas pelo Ministério Público estão a falta de descrição exata sobre materiais comprados, a assinatura de notas fiscais por pessoas indevidas, além da aquisição excessiva de itens de papelaria para um curto período de consumo.
Ainda na nota, Marília Góes apontou que parte das provas apresentadas por ela ao longo do processo não foram analisadas. O motivo teria sido a recusa da Justiça em função da apresentação em "tempo diverso", explica a parlamentar.

[...]
___
Marília é condenada a devolver R$ 663 mil aos cofres públicos. Marília é condenada a devolver R$ 663 mil aos cofres públicos. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, setembro 16, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD