Header AD

Coluna de jornalista sobre direitos humanos causa polêmica nas redes sociais.

O post “Na berlinda” do jornalista Luiz Melo, em coluna no Diário do Amapá, gerou polêmica nas redes sociais neste sábado (23), por repercutir intenção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de averiguar suposta matança nas operações do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) contra pobres e negros na periferia de Macapá.

Foto: DA.
Atualizado - 24/09/2017, às 10h09'  Coluna do jornal Diário do Amapá, do jornalista Luiz Melo, intitulada “Na berlinda” provocou a ira dos internautas que consideram o trabalho do BOBE um favor à sociedade.

O jornalista repercute intenção da OAB-AP em pedir "cautela" à organização do Bope . ---"Crescimento de mortes em confrontos com o Bope será levado à Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, diz advogado Maurício, que defende mais cautela nas ações pra não expor vida de inocentes’--- escreve, aqui.

A coluna compartilhada no Facebook teve reação imediata do cidadão médio.

--‘Direitos humanos tem que ter as vítimas dos assassinos, parabéns bope mande pro inferno todos bandidos, quando esse advogado for uma vítima desses vermes que andam por aí matando gente de bem quero ver ele representa contra os bandidos. DEIXEM O BOPE TRABALHAR’, escreveu Jairo Lobo.

Alguns internautas comentam o post do jornalista como se fossem algum arquétipo de "santo" ou que nunca cometeram deslize em contradição à lei.

Os comentários são generalizados em concomitância com ação do BOPE, de matança generalizada contra supostos bandidos.

"Parabéns PM, continue agindo da melhor forma possível, os cidadãos de bem agradecem, já que o senhor excelentíssimo secretário de segurança na move uma palha pra mudar as coisas, com poucos recursos e todas as dificuldades que a PM tem, com toda certeza estão fazendo um excelente trabalho. Continuem limpando a cidade, a população agradece." escreve Diêgo Freitas.

Já Aninha Gonçalves escreve: "O cara dizer que o polícia precisa ter mais respeito com a vida do meliante,ele só esquece que o bandido não tem o mínimo respeito quando tira a vida das pessoas ....fica fácil falar quando não é ele que fica na linha de frente com bandidos".

Decepção com aumento da violência revela falência do governo do Amapá em resolver os problemas graves que afetam a população, porém provoca também a ira daquele que tem dificuldade em associar o problema do crescimento da violência à proporcionalidade do aumento da desigualdade social.

De acordo com G1/AP,  o Amapá registra maior índice de mortes em ações policiais em 2015, dado tem permanecido e até acrescido em 2016 e início de 2017.

Segundo o portal, o estado do Amapá registrou a maior taxa de letalidade policial no Brasil, ou seja, pessoas que foram mortas durante ações da polícia, de acordo com um estudo inédito do 10º Anuário Brasileiro de Segurança. No total, 38 pessoas foram mortas por policiais militares ou civis só em 2015.

____
Coluna de jornalista sobre direitos humanos causa polêmica nas redes sociais. Coluna de jornalista sobre direitos humanos causa polêmica nas redes sociais. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, setembro 24, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD