Header AD

Jovens de Macapá são filmados pedindo perdão a policiais militares.

Policiais obrigam jovens a pedir desculpas em vídeo após ofensas à corporação nas redes sociais.


Da BBC Brasil em São Paulo.

"Meu nome é Roberta (nome fictício) e eu estou aqui para pedir perdão à briosa Polícia Militar de Macapá. Eu escrevi no meu Face que matava polícia, mas eu não mato nem minha fome."

Em um vídeo publicado no YouTube, a adolescente, que teve a identidade preservada, pede clemência por ter se identificado como "matadora de polícia" e publicado uma foto segurando uma pistola no Facebook.

O "perdão pelo vacilo", apelido pelo qual são chamados esses vídeos nas redes sociais, virou piada na internet e foi visualizado milhões de vezes após ser divulgado em páginas policiais. A garota foi perseguida e excluiu todos os seus perfis pessoais.

A BBC Brasil identificou dezenas de casos como esses em ao menos oito Estados brasileiros. Após identificar pessoas que publicam ofensas contra policiais nas redes sociais, grupos as denunciam até que sejam encontradas e façam um pedido público de desculpas.

Os responsáveis pela publicação dos "perdões" se identificam, em sua maioria, como policiais. Alguns deles até aparecem nos vídeos. Eles usam o argumento de que a prática serve de exemplo para que outras pessoas não cometam o mesmo erro.

O advogado Ariel de Castro Alves, do Conselho Estadual de Direitos Humanos de São Paulo, diz que os autores dos vídeos com ameaças aos policiais podem responder a crimes, como injúria, calúnia ou difamação. "Em alguns casos, também há condutas de incitação ou apologia ao crime", afirma.
Por outro lado, o advogado avalia que os policiais atuam como justiceiros ao cobrar um perdão público dos infratores.

[...]

___
Jovens de Macapá são filmados pedindo perdão a policiais militares. Jovens de Macapá são filmados pedindo perdão a policiais militares. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, agosto 15, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD