Header AD

Concurso da PM teria sido fraudado em Macapá.

Foto da prova do concurso da Polícia Militar que ocorreu neste domingo (20) foi publicada no Facebook e WhatsApp.


A foto que foi divulgada num grupo do Facebook e depois compartilhada no WhatsApp obrigou a Secretaria de Estado de Administração (SEAD) a pedir explicações à Fundação Carlos Chagas, banca que aplicou as provas.Segundo informações na imprensa local, a Sead também irá encaminhar o caso à Polícia Civil.

A imagem publicada nas redes sociais foi tirada por um candidato que teria entrado no local de prova com o celular, o que é proibido pelo edital do concurso.

De acordo com o portal do jornalista Seles Nafes, o suposto candidato compartilhou a imagem com amigos no Facebook, e um desses amigos acabou baixando e divulgando em grupos de WhatsApp, onde candidatos passaram a manifestar preocupação com a segurança e a lisura do processo.

A desconfiança de fraude a respeito da circulação de suposta foto da prova do concurso fez o governo do Amapá, através da PM e da SEAD, soltar nota em que afirma já ter tomado providências junto à banca FCC e acionado a polícia Civil para investigar o caso. A nota termina ressaltando o compromisso com lisura do concurso.
___
Concurso da PM teria sido fraudado em Macapá. Concurso da PM teria sido fraudado em Macapá. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, agosto 22, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD