Header AD

Amazônia sofre golpe presidencial.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos do Parlamento Amazônico, deputada estadual Cristina Almeida (PSB/AP) colocou na pauta da primeira reunião que aconteceu na quinta-feira (24) em Brasília, a PEC 215 e a publicação do Decreto Presidencial 9.142, questões que ferem os direitos da população indígena e dos povos tradicionais.


A PEC 215 trata da transferência do Executivo para o Legislativo a gestão das terras indígenas e quilombolas (PEC 215) e o Decreto 9.142, extingue a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), no qual mais de 4 milhões de hectares estão sendo liberados para exploração sem nenhum critério, e atinge diretamente os estados do Amapá e Pará.

"Este Decreto Presidencial significa uma ameaça de explosão no desmatamento e, pode acarretar aumento de conflitos, assim como coloca em risco nove áreas protegidas, entre elas, duas áreas indígenas: do Waiãpi (AP) e do Rio Paru d’Este (PA)", destacou.

A deputada também questionou o posicionamento da Fundação Nacional do Índio (Funai) e, propôs maior engajamento do Parlamento Amazônico na questão.

Em resposta, o presidente interino da Funai, Franklimberg Ribeiro de Freitas, respondeu que todas as atividades do órgão são feitas dentro da normalidade.

A próxima reunião está prevista para o dia 28 de setembro, em Manaus, para debater a Política Nacional de Gestão Territorial de Terras Indígenas.

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa Deputada Cristina Almeida
____
Amazônia sofre golpe presidencial. Amazônia sofre golpe presidencial. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, agosto 25, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD