Header AD

Negativa da OAB-AP para afastamento de Temer repercute nas redes sociais.

Causou repúdio entre internautas nas redes sociais, na manhã deste domingo (21), decisão da OAB-AP em não apoiar afastamento do presidente ilegítimo Michel Temer, a única instituição entre as 26 OAB's do país.


Internadas de diversos tons ideológicos condenaram o que consideram “vergonha” somente a OAB-AP ser contra pedido de impeachment do presidente acusado de corrupção, Michel Temer (PMDB).

---‘Meu Repúdio a seccional da OAB no Amapá por ter votado contra o pedido de impeachment de MICHEL TEMER’--- escreveu militante político, Isaias Carvalho.

‘ATENÇÃO, OAB, AMAPÁ, eu não acredito na defesa de BANDIDOS. E vcs?’ manifestou indignada a ex-secretária de educação, Mirian Corrêa.

‘Apenas a OAB Amapá foi contra o impeachment de Michel Temer. Não é de se estranhar, pois ela tem sido complacente a escândalos de corrupção’. disse jornalista Ney Pantaleão, no Twitter.

‘Sou advogado e não concordo com a posição dos Conselheiros Federais da OAB Amapá. Existem elementos suficientes para iniciar o processo de impeachment de Temer.’, publicou Luciano Del Castilho no Facebook.

Na mesma esteira a professora universitária Cláudia Chelala, escreve, cética: ‘Estou sem acreditar que a OAB do Amapá foi a única do país a votar contra a abertura do processo de impeachment contra o presidente Temer. Placar de 25X1. Que vergonha!’

---‘Sou advogado e não acompanho o voto da OAB/AP. #ForaTemer’--- repercutiu, o ex-vereador, Alan Ramalho.

O advogado e ex-presidente do PC do B, Luiz Pingarilho também ecoou indignação: ‘Sou advogado, mas não concordei e não concordo com o voto da OAB/AP no Conselho Federal. Vergonha!!’.

O presidente OAB-AP, Paulo Campelo, no programa Togas & Becas, da Diário FM , neste sábado (21), teria afirmado que fez reunião com participação dos três conselheiros federais, dos conselheiros seccionais e da diretoria da instituição, presidida por ele, na noite anterior à sessão, e decidiram que apoiariam o impeachment, mas não foi isso que ocorreu em Brasília, ficando o Amapá como a única unidade da federação que apoia o presidente Michel Temer em meio aos escândalos protagonizados pelo chefe da Nação por conta de delações da JBS. No total, o presidente acumula, até agora, oito pedidos de impeachment protocolados na Câmara.

No final da manhã, após ampla repercussão nas rede s sociais, o presidente da OAB-AP, Paulo Campelo, soltou nota. Leia.
Nota do Presidente da OAB/AP.
Bom dia amigos e amigas!!
Primeiro, minha posição continua a mesma.
Não mudei meu posicionamento qto ao pedido de impeachment.
As circunstâncias são graves e precisam ser investigadas pelas Instâncias e Juízos competentes.
Que, no caso, são o STF e o Congresso Nacional, lá seria o ambiente adequado para persecução e análise das provas.
Por isso, somos todos a favor do pedido.
As provas apresentadas são dúbias e questionáveis, pois colhidas sob uma égide de práticas reprováveis pela CF.
O voto da nossa bancada prestigiou a legalidade e a prudência, que, do ponto de vista jurídico é o mais acertado.
Contudo, meu ponto de vista, diverge nessa particular, na medida em que entendo ser o STF e o Congresso as duas Instâncias competentes para analisar e apurar eventuais irregularidades, e declara-las válidas ou inválidas.
Respeito o posicionamento dos nossos Conselheiros Federais e entendo que foram corajosos em prestigiar os princípios encartados na CF.

____
Negativa da OAB-AP para afastamento de Temer repercute nas redes sociais. Negativa da OAB-AP para afastamento de Temer repercute nas redes sociais. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, maio 21, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD