Header AD

Sarney é associado a “Bob Marley“ nas listas de propinas da Odebrecht.

O ex-presidente e ex-senador pelo Amapá, José Sarney, aparece em delações da empreiteira Odebrecht envolvido com repasses de propinas. Segundo delatores, o grupo político ligado a Sarney tinha o codinome de “Bob Marley“. Veja vídeo abaixo matéria do Jornal Nacional sobre o caso.


Do blog do John Cutrim.

O grupo político do ex-presidente José Sarney (PMDB) é citado nas delações dos executivos da Odebrecht como beneficiário de recebimento de propina relativa à obra da Ferrovia Norte-Sul, executada pela empreiteira e conduzida pela empresa pública Valec Engenharia, vinculada ao Ministério dos Transportes.

O nome de Sarney aparece três vezes em inquérito autorizado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF. De acordo com as delações de Pedro Augusto Carneiro Leão Neto e João Antônio Pacífico Ferreira, pessoas ligadas a Sarney receberam entre 2008 e 2009 cerca de 1% sobre o contrato da obra, representado por Ulisses Assad, diretor de engenharia da Valec.

Os pagamentos para o grupo de José Sarney, via Ulisses Assad, foram operacionalizados em dinheiro na cidade de Brasília, tendo esse sido designado sob o codinome “Bob Marley“, certamente em referência à terra natal de José Sarney, o Maranhão, onde predomina o ritmo reggae. As informações do pagamento (senha e local) foram repassadas por Pedro Leão diretamente para o próprio Ulisses, em seu gabinete na Valec.

Os depoimentos que envolvem Sarney serão enviados à Justiça Federal de Goiás, onde já há apuração sobre a Valec.

O projeto da Ferrovia Norte-Sul, que liga Anápolis (GO) a Palmas (TO), foi iniciada no governo de José Sarney. Mais de 20 anos depois, o projeto foi ampliado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Atualmente, ele prevê ligar Açailândia, no Maranhão, até Rio Grande, no Rio Grande do Sul.


___
Sarney é associado a “Bob Marley“ nas listas de propinas da Odebrecht. Sarney é associado a “Bob Marley“ nas listas de propinas da Odebrecht. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, abril 16, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD