Header AD

Deputados do Ap que aprovaram urgência da Reforma Trabalhista, que corta seu direito.

A Câmara dos Deputados acabou de aprovar por 287 a 144 votos, no início da noite desta quarta-feira(19), a urgência para deliberação do projeto de lei que revoga diversos dispositivos da CLT para retirada de direitos dos trabalhadores. Dos parlamentares do Amapá apenas Marcivânia Flexa (PC do B), Marcos Reategui (PSC) e Janete Capiberibe (PSB) foram contra. Vínicius Gurgel (PR) André Abdon (PRB), Cabuçu Borges (PMDB), Josi Araújo (PMB) e Roberto Góes (PDT) votaram a favor ou se ausentaram, contribuindo desta forma para a aprovação da urgência.


De acordo com especialistas da área trabalhista, o projeto corrompe completamente não apenas a CLT, mas também a diretriz constitucional acerca da proteção ao trabalho humano.

---'A reforma significa um desmonte nas proteções ao trabalhador previstas na CLT. Reduzirá salários e aumentará jornada de trabalho. Pretende, inclusive, dificultar e impedir que o trabalhador recorra à Justiça para receber seus direitos'--- criticou a deputada Janete Capiberibe.

---'É um golpe que o governo Temer quer dar nos trabalhadores do Brasil", disse a deputada Marcivâica Flexa, em vídeo publicado nas redes sociais.

---‘[A reforma trabalhista] subverte a proteção edificada ao longo de dois séculos, não apenas em razão da luta e da organização dos trabalhadores, mas em face das necessidades do próprio capital. A história tem insistentemente demonstrado que sem direitos trabalhistas não há consumo, não há concorrência saudável e, por consequência, não há como sustentar um sistema capitalista de produção. A leitura das proposições formuladas pelo relator, que deveria ter vergonha de apresentá-las ao Congresso Nacional, revela uma tentativa de negar toda a raiz que justifica a existência mesma do Direito do Trabalho. Melhor seria propor uma lei com um único artigo: fica revogado o Direito do Trabalho no Brasil’--- se manifestou nas redes sociais a juíza do trabalho, Valdete Sousa Severo.


Atualizado em 20-04-2017, às 09h36'.
___
Deputados do Ap que aprovaram urgência da Reforma Trabalhista, que corta seu direito. Deputados do Ap que aprovaram urgência da Reforma Trabalhista, que corta seu direito. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, abril 19, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD