Header AD

Segundo PM, na capital Brasilia 630 coxinhas foram às ruas.

O chamado à população para voltar às ruas contra a corrupção em apoio à operação Lava Jato,  promovido pelo Movimento Brasil Livre - MBL, conseguiu arregimentar pouco mais de 600 coxinhas em Brasília. Fiasco das manifestações foram em todas as capitais.

Foto: Correio Brasiliense.
Do Tijolaço.

A contagem do público nos atos dos coxinhas continua dando um fiasco para as manifestações.

Em Brasília, a Polícia Militar contou 630 manifestantes, segundo publica o Correio Brasiliense.

De lá tirei a foto acima, para você conferir.

No Recife, outro fiasco.

Em Belo Horizonte, um grupo com o estranho nome de Direita ao Vivo distribuía o panfleto “Armas pela Vida”, aí do lado, louvando as vantagens do armamento amplo, geral e irrestrito da população.

Outro, bocós, posavam junto a um Sergio Moro de plástico – à moda daquele “Aécio de Papelão” de 2014 – com sua excelência trajado com uma gravatinha borboleta.

Estes atos viraram encontro de recalcados, de gente bruta, intolerante, do quisto fascista que a mídia construiu em nosso país.

Ou, simplesmente, de otários, que serviram de massa de manobra para a ruptura institucional e agora vão assim, minguando, minguando, largados pela mídia que, agora, mal os coloca no ar no horário dos telejornais.

O domingo inteiro na TV, inflando as manifestações?

Esqueçam, acabou.
__
Segundo PM, na capital Brasilia 630 coxinhas foram às ruas. Segundo PM, na capital Brasilia 630 coxinhas foram às ruas. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, março 26, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD