Header AD

Jornalista critica “sacanagem” da TV Amapá.

O jornalista Humberto Moreira comentou no Facebook, na manhã desta segunda-feira(20), matéria da TV Amapá sobre a inauguração da ponte binacional Oiapoque-Guiana, que ocorreu na manhã de sábado, 18.  Para ele, o meio de comunicação praticou “sacanagem” ao não entrevistar um dos idealizadores do projeto.


Matéria da Rede Amazônica de Televisão (Tv Amapá) foi objeto de duras críticas do radialista Humberto Moreira. Moreira diz que a Tv Amapá praticou “sacanagem” ao não entrevistar o senador João Capiberibe (PSB-Ap) – um dos idealizadores do projeto quando então governador do Amapá, na década de 90.

 ---‘A sacanagem de sempre. A TV Amapá entrevista Randolfe (Rodrigues) sobre a Ponte e esquece Capi um dos idealizadores da obra’--- disse ele.

A cerimônia de inauguração e abertura da ponte binacional ocorreu neste sábado (18) e contou com presença de diversas autoridades amapaenses e francesas, entre elas, o governador Waldez Góes, Além dos senadores Randolfe Rodrigues, Davi Alcolumbre (DEM), João Capiberibe (PSB), deputado federal Cabuçu Borges, deputados estaduais Antônio Furlan (PTB) e Raimunda Beirão (PMB), prefeita de Oiapoque, Maria Orlanda, prefeito de Macapá, Clécio Luís Vieira, vereadores de Oiapoque e o presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), desembargador Gilberto Pinheiro. E, ainda, os secretários do Governo do Amapá.

***********************************

PS. De acordo com a jornalista Alcilene Cavalcante, foi João Capiberibe, quando era governador, que teve atitude e buscou a relação do Amapá com a Guiana Francesa, e quem pela primeira vez falou que o Brasil tinha uma fronteira com a União Europeia. Era no Oiapoque.

"Em 1997 Capiberibe conseguiu que os presidentes do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, e da Franca, Jacques Chirac, se encontrassem em Saint George do Oiapoque, num grande trabalho diplomático", escreve em seu blog.

"E com muita luta, (um governador de um pequeno estado do norte), garantiu no acordo Brasil-Franca, a construção de uma ponte binacional sobre o Rio Oiapoque".

"A França rapidamente fez sua parte. O governo brasileiro, como sempre, até hoje não concluiu a sua", conclui ela.
___
Jornalista critica “sacanagem” da TV Amapá. Jornalista critica “sacanagem” da TV Amapá. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, março 20, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD