Header AD

Ex-vereador denuncia "patrulhamento ideológico".

O advogado e ex-vereador Washington Picanço denuncia “patrulhamento ideológico” com objetivos “eleitoreiros” para cercear sua atuação como militante dos Direitos Humanos.

Foto-Facebook

Ele reafirmou que não assumirá cargo no governo Waldez Góes (PDT), e nem deixará o Partido Socialista Brasileiro (PSB), onde está desde 2006. O desabafo foi feito em sua página no Facebook, na manhã desta quinta-feira (16) depois que alguns blogs publicaram que ele assumiria o cargo de Defensor Público a convite do governador.


Do perfil no Facebook.

PATRULHAMENTO IDEOLÓGICO PRA CERCEAR MINHA ATUAÇÃO. Após ter notícia de que nove casos de tuberculose foram identificados dentro do Instituto de Administração Penitenciária - IAPEN. Segundo denúncia os internos estariam isolados e outros três já teriam recebido acompanhamento.

Como o IAPEN encontra-se em pessimas condições, e na condição de um opetador do direito ativista da luta e da promoção dos direitos humanos, resolvi repercutir o problema e pedir o apoio para Deputada Estadual Luciana Gurgel que agendou um encontro com Governador para que eu expusesse o problema.

Existe temor de contaminação tanto dos Agentes Penitenciários e dos familiares do detentos. Tomei a iniciativa de pedir que ações de tratamento e combate à doença sejam realizadas dentro do presídio.

A Tuberculose é uma doença é infecto-contagiosa, causada pela bactéria bacilo de Koch que afeta principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outros órgãos do corpo. A transmissão é direta, de pessoa para pessoa, através da saliva, além da baixa resistência.

A tosse seca contínua e, posteriormente, com secreção é o principal sintoma da doença. O exame de baciloscopia é a principal forma de detectá-la. O tratamento da tuberculose é à base de antibióticos e leva em torno de 6 meses, sem abandono.

No entanto, no entanto a blogueira Alcineia Cavalcante capiciosamente através do artigo " Ele jura que não" resolveu dar um enfoque eleitoreiro a uma pauta que considero justa e que se alinha com minha militância, que é de reconhecimento de todos. Desde que ingressei na advocacia sempre empunhei a bandeira dos Direitos Humanos. É essa blogueira irresponsável resolve macula minha imagem.

A quem interessa isso? Jogo surjo e vil que visa confundir a opinião pública sobre minha posição política e ideológica. As eleições vindouras tem que se cercar de posições claras e não de divagações ou conjecturas. Quero externar minha repulsa e meu desagravo com o uso indevido e desinformado de minha imagem.

Sou um profissional liberal e tiro um pouco do meu tempo pra lutar por quem não tem voz e vez e pessoas mal intencionadas com fito de desqualificar as pessoas ficam atacando os poucos que ainda refletem em torno de problemas coletivos.

Fique claro que, reiteradamente que continuo integrando as fileiras do PSB e não mudei o rumo de minha trajetória política e que minhas lutas sociais repercutem em todas as esferas públicas e não devem ser divirtuadas.
___
Ex-vereador denuncia "patrulhamento ideológico". Ex-vereador denuncia "patrulhamento ideológico". Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, março 16, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD