Header AD

Deputado que apoiou golpe de 2016 vira réu por corrupção no STF.

O deputado federal Marcos Reátegui (PSD-AP) recebeu R$ 467 mil para facilitar acordo com empresa, diz MP. Parlamentar teria ganhado dinheiro enquanto era procurador-geral do estado.

Foto reprodução: google_img.
Do G1 AP.

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu denúncia na terça-feira (21) e vai julgar por corrupção passiva e lavagem de dinheiro o deputado federal Marcos Reátegui (PSD-AP). O parlamentar teria recebido R$ 467 mil para facilitar, em 2007, o pagamento ilegal de um débito no valor de R$ 3,9 milhões do governo do Amapá com uma empresa de amigos de Reátegui.

À época, o deputado exercia o cargo de procurador-geral do estado. A ação é do Ministério Público do Amapá (MP-AP) e foi ingressada no dia 17 de julho de 2014. O processo tramitava na 4ª Vara Criminal de Macapá e foi para o STF em função da diplomação de Reátegui, que assumiu o cargo em janeiro de 2015. 

O deputado teria recebido os recursos por depósitos não identificados em sua conta corrente e na conta de um posto de combustível, cujo dono era sócio da ex-esposa do deputado.

[...]
___
Deputado que apoiou golpe de 2016 vira réu por corrupção no STF. Deputado que apoiou golpe de 2016 vira réu por corrupção no STF. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, março 22, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD