Header AD

Senador amapaense assina PEC que pode blindar comando do Congresso alvos da operação Lava Jato.

Davi Alcolumbre (DEM) está entre os 29 parlamentares que assinaram Proposta de Emenda à Constituição (PEC), apresentada elo senador Romero Jucá (PMDB), que poderia blindar os membros da linha sucessória da presidência da República.


Do MZ Portal.

O senador do Amapá, Davi Alcolumbre (DEM), está entre os 29 parlamentares que assinaram, nesta quarta-feira, 15, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), apresentada elo senador Romero Jucá (PMDB), que poderia blindar os membros da linha sucessória da presidência da República. Jucá reuniu 29 assinaturas para protocolar a matéria no plenário – duas a mais do que as 27 necessárias.

O peemedebista negou que a intenção seria de proteger alvos da Operação Lava Jato com a proposta. A Constituição já determina que o presidente da República não pode ser investigado por atos anteriores ao mandato. Na PEC, Jucá amplia essa prerrogativa para todos os ocupantes da linha sucessória.

O projeto beneficiaria diretamente os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Ambos são citados em delações premiadas no âmbito da Lava Jato. A iniciativa de Jucá ocorre dias após a homologação da delação da Odebrecht e na eminência da quebra de sigilo dos acordos.

Oposição critica

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou que a proposta Romero Jucá é um “escândalo”. Ele considera que o texto não teria condições de ser aprovado na Casa. “Eles estão perdendo a compostura, estão se lixando para a opinião da sociedade”, comentou Lindbergh.

Com a repercussão negativa na opinião publica, o senador Jucá pediu a retirada do projeto. O senador Davi Alcolumbre ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Confira a lista de senadores que assinaram o apoiamento para protocolar a PEC:

PMDB

Edison Lobão (PMDB-MA)

Eduardo Braga (PMDB-AM)

Garibaldi Alves (PMDB-RN)

Hélio José (PMDB-DF)

Marta Suplicy (PMDB-SP)

Renan Calheiros (PMDB-AL)

Romero Jucá (PMDB-RR)

Valdir Raupp (PMDB-RO)

Zezé Perrella (PMDB-MG)


PSDB

Aécio Neves (PSDB-MG)

Aloysio Nunes (PSDB-SP)

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

Eduardo Amorim (PSDB-SE)

Flexa Ribeiro (PSDB-PB)

José Aníbal (PSDB-SP)


DEM

Davi Alcolumbre (DEM-AP)

José Agripino (DEM-RN)

Maria do Carmo Alves (DEM-SE)


PP

Benedito de Lira (PP-AL)*

Benedito de Lira (PP-AL)*

Roberto Muniz (PP-BA)


PSB

Antonio Carlos Valadares (PSB-BA)

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)

Roberto Rocha (PSB-MA)


PSD

Lasier Martins (PSD-RS)

Otto Alencar (PSD-BA)

Sérgio Petecão (PSD-AC)


PR

Vicentinho Alves (PR-TO).
___
Senador amapaense assina PEC que pode blindar comando do Congresso alvos da operação Lava Jato. Senador amapaense assina PEC que pode blindar comando do Congresso alvos da operação Lava Jato. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, fevereiro 16, 2017 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD