Header AD

Maurício Medeiros: Recursos da 'Merenda Escolar no Amapá sumiu e ninguém sabe, ninguém viu'.

Jornalista Maurício Medeiros escreve artigo sobre problemática da falta de merenda nas escolas estaduais no Amapá. "Em 2015, segundo o site da transparência do governo do Amapá, foram repassados quase R$ 70 milhões de reais aos caixas escolares. Se o que falou o diretor na gravação for verdadeiro, 80% desse valor pode ter sido desviado, ou seja, o rombo no dinheiro da merenda escolar pode ter ultrapassado R$ 50 milhões de reais – o que difere, e muito, dos R$ 324.000,00, relatados pelo MPF, à imprensa."


LEIA ÍNTEGRA.
Merenda Escolar no Amapá: ninguém sabe, ninguém viu

Esta semana, assisti no jornal da Globo, “Bom dia Brasil”, matéria relacionada ao roubo de dinheiro da merenda escolar no Estado do Amapá, e estranhei o fato da pouca informação que o MPF tem sobre o caso. Isso porque, este ano uma grave denúncia sobre esse assunto se tornou pública.

Devido as investigações do movimento “FiscalizaBr”, do qual pertenço, o tesoureiro da Escola Estadual Ana Dias, no município de Santana, nos procurou pedindo ajuda para revelar o que vinha acontecendo com o Caixa Escolar da sua escola.

Ele nos apresentou uma gravação onde se ouve o diretor revelar um suposto esquema de desvio de mais de 80% dos recursos destinados à merenda escolar.

O tesoureiro fez a denúncia ao MP-AP, que lhe orientou a levar a gravação ao conhecimento da secretária de educação do Estado, Conceição Medeiros, que, por sua vez, lhe pediu que aguardasse pelas providências.

Passados sete dias, a secretária reuniu os citados na denúncia, e pediu para que todos assinassem uma “estranha” ata, e ficou nisso, a denúncia morreu ali, não foi encaminhada para investigação pelos órgãos competentes.

Toda essa movimentação é de pleno conhecimento do MP estadual, que, inclusive, já vinha investigando indícios de mal-uso desses recursos a mais tempo. Daí a minha estranheza pela falta de informações alegadas pelo MPF sobre o fato. Só posso supor que o motivo seja a falta comunicação entre os dois órgãos, até porque, não acredito que alguém está fazendo “corpo mole”.

Tamanho do rombo

Em 2015, segundo o site da transparência do governo do Amapá, foram repassados quase R$ 70 milhões de reais aos caixas escolares. Se o que falou o diretor na gravação for verdadeiro, 80% desse valor pode ter sido desviado, ou seja, o rombo no dinheiro da merenda escolar pode ter ultrapassado R$ 50 milhões de reais – o que difere, e muito, dos R$ 324.000,00, relatados pelo MPF, à imprensa.
___
Maurício Medeiros: Recursos da 'Merenda Escolar no Amapá sumiu e ninguém sabe, ninguém viu'. Maurício Medeiros: Recursos da 'Merenda Escolar no Amapá sumiu e ninguém sabe, ninguém viu'. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, novembro 06, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD