Header AD

Davi é inimigo do servidor público e do povo pobre, argumenta professor.

O professor Jânio Holanda critica senador Davi Alcolumbre, do DEM, por se empenhar na aprovação do Projeto de Emenda Constitucional (PEC-241/2016), que no Senado Federal é chamada de PEC-55/2016, também conhecida como PEC da Morte ou PEC do Fim do Mundo, que prevê o corte nos gastos primários, saúde, educação, assistência social, cultura, entre outras áreas.


--- ‘Com esse Projeto de Emenda Constitucional teremos escolas e hospitais mais sucateados e, consequentemente, mais assassinatos intelectuais e vital pelo Governo’---, afirma.

O docente incita à reflexão sobre possibilidade de o Estado do Amapá ter um governador comprometido e empenhado em aprovar diminuição dos investimentos por 20 anos, provocando sucateamento das esferas do serviço público.

---‘Você votará nesse candidato para governo do estado do Amapá em 2018?’

Davi Alcoilumbre sinaliza nos meios de comunicação que poderá se candidatar ao governo em 2018.

Leia íntegra.
DAVI ALCOLUMBRE: INIMIGO DO SERVIDOR PÚBLICO  E DO POVO POBRE

Acusado de captação ilícita de votos, formação de quadrilha e fraude em licitações, o Senador Davi Alcolumbre É A FAVOR da PEC 55 (antes numerada PEC 241).

Também chamado PEC da Maldade, ela prevê o corte nos gastos primários, que são os gastos com saúde, educação, assistência social, cultura, etc. Portanto, com esse Projeto de Emenda Constitucional teremos escolas e hospitais mais sucateados e, consequentemente, mais assassinatos intelectuais e vital pelo Governo.

Os governos fizeram superávit no orçamento primário. Sempre gastaram menos do que arrecadaram. Em todos os anos, sem exceção.

“Acusado de abuso do poder econômico e apresentação de notas frias em prestação de contas de sua disputa ao Senado, Davi Alcolumbre teve, proporcionalmente, uma das campanhas mais caras do país em 2014, gastando R$ 2.036.617,00.” (Adaptado da Revista Carta Capital)

“É alvo de investigação referente a abuso de poder político e de autoridade e captação ilícita de sufrágio, em esquema envolvendo a celebração de convênios milionários entre o Estado do Amapá e a prefeitura de Macapá para a realização de obras de asfaltamento, além do uso de veículos de comunicação custeados com recursos públicos.” (Revista Carta Capital)

VOCÊ VOTARÁ NESSE CANDIDATO PARA GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ EM 2018?


___
Davi é inimigo do servidor público e do povo pobre, argumenta professor. Davi é inimigo do servidor público e do povo pobre, argumenta professor. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, novembro 09, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD