Header AD

Rodolfo Juarez: 'O que aconteceu com o PSB?'

O articulista político, Rodolfo Juarez, publica texto sobre a derrota eleitoral do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na eleição do último domingo, 2 de outubro. Na contramão do PSB nacional, que teve sutil crescimento em todo o país, os socialista locais tem pouco tempo para se reorganizarem até eleições de 2018. 


No cenário nacional, os derrotados foram o Partido do Trabalhadores, Rede e Sustentabilidade e o PMDB, que diminuiu números de prefeitos. PSDB foi o principal vencedor das últimas eleições.

O QUE ACONTECEU COM O PSB?
Rodolfo Juarez
Mas, afinal, o que pode ter acontecido com o PSB? O partido foi o grande derrotado na eleição municipal de 2016?

Um partido político que chegou a ter nos últimos anos, no Amapá, a maior densidade eleitoral relativa da sigla, em todo o Brasil, elegendo prefeitos, governador, deputado federal, senador, deputados estaduais e vereadores, além de ser tornar uma referência para a direção nacional do PSB que via o eleitorado aprovar os programas, o ideário e a forma de representar a população e administrar o Governo do Estado e prefeituras municipais diversas.

Para se ter uma ideia, e para não buscar tempos mais distantes, na eleição municipal de 2012, o PSB elegeu 27 vereadores e 3 prefeitos municipais, além de fazer parte do sucesso de outros partidos. Pois bem, nas eleições municipais de 2016, quatro anos depois, o PSB elegeu 2 vereadores (um no Mazagão e outro no Oiapoque) e não elegeu prefeito ou vice-prefeito.

Ainda é importante destacar que o PSB entrou para a disputa à vagas na Câmara Municipal de Macapá com quatro vereadores, era uma das duas maiores bancadas de vereadores da atual legislatura e formada por veteranos militantes do partido como (Neuzinha, Alan Ramalho, Professor Madeira e Washington Picanço).

Para completar, na disputa pelo cargo de prefeito de Macapá, entre os sete candidatos ao cargo de prefeito, o candidato do PSB ficou em penúltimo lugar, com uma votação medíocre de 7.922 votos, correspondendo a 3,71% dos votos válidos, marcando o que pode ter sido a mais acachapante derrota eleitoral do partido durante todo o seu tempo de existência.

Depois de perder o Governo em 2014 e praticamente afundar nas eleições municipais de 2016, a luz de atenção acendeu fortemente na caminhada até o primeiro domingo de outubro de 2018, quando, nas eleições regionais, colocará a prova as emendas feitas nos cacos de 2016, com disputa dos cargos que ainda detém na Assembleia legislativa, na Câmara Federal e no Senado da República.

Pouquíssimo tempo para trabalhar o que pode ser uma nova estratégia que, aparentemente, precisa reformular tudo, juntando os cacos e como Fênix, renascer do que sobrou.

O trabalho é pesado e ninguém sabe se as forças que restaram são suficientes para vitaminar o que sobrou e mostrar que o sucesso do PSB não tinha nada a ver com o PT, que sempre formou dupla vencedora com o PSB.

A tarefa é dos socialistas brasileiros e os planos são dos dirigentes do partido amarelo.
___
Rodolfo Juarez: 'O que aconteceu com o PSB?'  Rodolfo Juarez: 'O que aconteceu com o PSB?' Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, outubro 07, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD