Header AD

Clécio sobre adversário: “Ele foi senador por dois mandatos e não tem uma obra para mostrar”.

O candidato Clécio Luís (Rede) comentou sobre o resultado da pesquisa do Ibope veiculada pela TV Amapá na noite desta segunda-feira (17). Ele falou ao jornalista Luiz Melo, da Diário Fm.

Foto:Asscom/Campanha18.
 — ‘A minha avaliação é positiva, mas você pode ver que durante toda campanha nós nunca ficamos nos baseando por pesquisa de televisão, para mim o que vale é a pesquisa das ruas, o abraço apertado, o aperto de mão, a troca de olhar, o sorriso no rosto’ — disse.

Segundo o candidato, seis a sete eleitor de cada grupo de dez votam nele neste segundo turno. “Se você parar de cada 10 pessoas, seis a sete dizem que vão votar na gente, isso nos anima”.

Clécio disse que durante toda a campanha as pesquisas verdadeiras —e não as falsas — sempre o colocaram na dianteira tanto no primeiro turno, quanto agora, no segundo; ele falou também que o resultado do Ibope desta segunda-feira não envaidece a militância e que o “já ganhou” não faz parte do ânimo dos militantes, pelo contrário, só estimula a pedir mais votos e fazer uma campanha ainda mais bonita e sem ataques. Porém afirma: ‘Não é pesquisa que vai ditar o nosso ritmo’.

O candidato pediu aos eleitores apenas que façam uma comparação entre sua forma de governar e a de seus adversários, se referindo ao principal aliado do candidato Gilvam Borges, o governo do pedetista Waldez Góes.

 —‘Não deixe Macapá nas mãos daqueles que já governaram o município, que é o mesmo grupo que governa o Estado’, alfinetou.

Ele lembrou a administração do irmão de Gilvam em Mazagão. “Lá assim como no governo do estado os salários estão atrasados e parcelados, o povo já rejeitou esta forma de governar”, disse em alusão à derrota de Dilson Borges, na tentativa de se reeleger prefeito pelo município de Mazagão.

Clécio citou as “baixarias”, segundo ele, produzidas pelo candidato adversário. “Nosso programa não agride ninguém, enquanto nosso adversário faz campanha baseada em baixarias”

 — ‘Nós sempre esperamos isso do Gilvam, os ataques e difamações, os ‘diabinhos’, as pesquisas falsas. Essa semana tivemos de desarmar pesquisa falsa, mentiras como a de que não acredito em Deus; que sou contara família, mas não adianta ficar falando em Deus e não se ético’  — desabafou.

Ele disse, concluindo, que o jogo baixo do adversário atinge sua família e alfineta, mais uma vez: ‘O jogo baixo atinge nossas famílias, ficamos tristes, eles querem nos jogar pra lama que é onde eles ganham o debate” e “Ele foi senador por dois mandatos e não tem uma obra para mostrar”, finaliza.

*************

Veja os números da última pesquisa Ibope.

1- Clécio Luis (REDE) - 52% (pela margem de erro, entre 48% e 56%)
2 - Gilvam Borges (PMDB) - 38% (pela margem de erro, entre 34% e 42%)
*Branco/nulo/nenhum: 6%
* Não sabe/não respondeu: 4%

Votos válidos:

1 - Clécio Luis (REDE): 57% (pela margem de erro, entre 53% e 61%)
2 - Gilvam Borges (PMDB): 43% (entre 39% e 47%)

O Ibope ouviu 602 eleitores entre 14 e 16 de outubro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo AP-08955/2016.
___
Clécio sobre adversário: “Ele foi senador por dois mandatos e não tem uma obra para mostrar”. Clécio sobre adversário: “Ele foi senador por dois mandatos e não tem uma obra para mostrar”. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, outubro 18, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD