Header AD

Chelala: ‘Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%’ para ganhar eleição.

O candidato a prefeito de Macapá, Gilvam Boges, precisaria de 12% do votos válido e não 7% para vencer segundo turno. Quem afirma é o professor e economista Charles Chelala depois de feita avaliação da última pesquisa do Ibope, publicada pela TV Amapá, nesta segunda-feira (17).


Para o economista, a eleição do candidato da Rede a prefeito de Macapá é tida como certa, pois números do Ibope revelam que 81% dos entrevistados não mudarão mais o voto.

 — ‘Estatística básica: Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%. Teria que ganhar todos os indecisos, nenhuma abstenção e ainda tirar 2pp do Clécio!’  — escreveu no Twitter.

O relatório do Ibope mostra também que aprovação da gestão do prefeito Clécio Luís passou de 37 para 51% entre agosto e outubro. Enquanto a administração do governador Waldez Góes, do PDT permaneceu em 63% entre ruim e péssimo.

Veja os números da última pesquisa Ibope para prefeito de Macapá.

1- Clécio Luis (REDE) - 52% (pela margem de erro, entre 48% e 56%)
2 - Gilvam Borges (PMDB) - 38% (pela margem de erro, entre 34% e 42%)
*Branco/nulo/nenhum: 6%
* Não sabe/não respondeu: 4%

Votos válidos:

1 - Clécio Luis (REDE): 57% (pela margem de erro, entre 53% e 61%)
2 - Gilvam Borges (PMDB): 43% (entre 39% e 47%)

O Ibope ouviu 602 eleitores entre 14 e 16 de outubro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo AP-08955/2016.
__

Chelala: ‘Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%’ para ganhar eleição. Chelala: ‘Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%’ para ganhar eleição. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, outubro 19, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD