Header AD

Chelala: ‘Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%’ para ganhar eleição.

O candidato a prefeito de Macapá, Gilvam Boges, precisaria de 12% do votos válido e não 7% para vencer segundo turno. Quem afirma é o professor e economista Charles Chelala depois de feita avaliação da última pesquisa do Ibope, publicada pela TV Amapá, nesta segunda-feira (17).


Para o economista, a eleição do candidato da Rede a prefeito de Macapá é tida como certa, pois números do Ibope revelam que 81% dos entrevistados não mudarão mais o voto.

 — ‘Estatística básica: Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%. Teria que ganhar todos os indecisos, nenhuma abstenção e ainda tirar 2pp do Clécio!’  — escreveu no Twitter.

O relatório do Ibope mostra também que aprovação da gestão do prefeito Clécio Luís passou de 37 para 51% entre agosto e outubro. Enquanto a administração do governador Waldez Góes, do PDT permaneceu em 63% entre ruim e péssimo.

Veja os números da última pesquisa Ibope para prefeito de Macapá.

1- Clécio Luis (REDE) - 52% (pela margem de erro, entre 48% e 56%)
2 - Gilvam Borges (PMDB) - 38% (pela margem de erro, entre 34% e 42%)
*Branco/nulo/nenhum: 6%
* Não sabe/não respondeu: 4%

Votos válidos:

1 - Clécio Luis (REDE): 57% (pela margem de erro, entre 53% e 61%)
2 - Gilvam Borges (PMDB): 43% (entre 39% e 47%)

O Ibope ouviu 602 eleitores entre 14 e 16 de outubro. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo AP-08955/2016.
__

Chelala: ‘Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%’ para ganhar eleição. Chelala: ‘Gilvam precisaria de 12 pp e não 7%’ para ganhar eleição. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, outubro 19, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD