Header AD

Câmara Municipal recebe denúncia contra a Macapá Prev.

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Macapá (CMM) desta terça-feira, 18, presidida pelo vereador Acácio Favacho (PROS), foi pautada em denúncias contra a administração do prefeito de Macapá Clécio Luis (Rede Sustentabilidade). Denúncia ocorre a onze dias da eleição do segundo turno. As informações são da Assessoria de Comunicação da CMM enviada à redação do DMM.

Foto: arquivo CMM.
A denúncia é contra a Macapá Previdência (Macapá Prev), presidida por Luis Carlos Gomes dos Santos Júnior, e foi feita pela servidora municipal Rucilene Miranda Dias Vales, representante da Câmara Municipal no Conselho Administrativo da Macapá Prev. Ela fez uso da tribuna durante o grande expediente, indicada pela bancada do PSB na CMM.

Segundo a conselheira, a Macapá Prev não consegue explicar a movimentação de mais de R$ 6 milhões em investimentos, que teriam sido feitos sem o aval dos Conselhos de Investimentos e de Administração da instituição. “Esses R$ 6 milhões são provenientes de contribuições dos servidores municipais da Prefeitura de Macapá e do quadro em extinção da CMM”. Denunciou.

Rucilene Miranda questiona a postura dos secretários de planejamento, finanças e desenvolvimento da Prefeitura de Macapá, que também são conselheiros, mas não sabem explicar o destino dos R$ 6 milhões que teriam desaparecido das contas da Macapá Prev.

Mais denúncias - A conselheira também chamou atenção dos vereadores quanto a um contrato sem licitação da Prefeitura de Macapá com a Fundação Bio Rio para serviços de consultoria. A denúncia revela que o contrato chega a R$ 1,8 milhão com duração de um ano. A questão é que em 45 dias, a PMM teria antecipado o pagamento de R$ 600 mil a Fundação Bio Rio.

“Inclusive peço a todos os vereadores que intensifique as fiscalizações junto a Macapá Prev, vocês são nossos fiscais”. Declarou.

Rucilene Miranda questiona que os recursos em questão serviriam para pagar os servidores em processo de aposentadoria. Hoje existem cerca de 7 mil servidores na Prefeitura de Macapá, desses 108 a disposição da Câmara Municipal. Rucilene diz ainda que a  maioria dos servidores enfrenta dificuldades para se aposentar porque a Macapá Prev não teria recursos para pagar as aposentadorias.


MACAPAPREV

O órgão foi criado em 1999 e tem como atribuições, o planejamento, execução e coordenação da política de previdência social dos servidores públicos titulares de cargos efetivos, ativos e inativos e dos pensionistas do município de Macapá.
___
Câmara Municipal recebe denúncia contra a Macapá Prev. Câmara Municipal recebe denúncia contra a Macapá Prev. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, outubro 19, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD