Header AD

Câmara Municipal recebe denúncia contra a Macapá Prev.

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Macapá (CMM) desta terça-feira, 18, presidida pelo vereador Acácio Favacho (PROS), foi pautada em denúncias contra a administração do prefeito de Macapá Clécio Luis (Rede Sustentabilidade). Denúncia ocorre a onze dias da eleição do segundo turno. As informações são da Assessoria de Comunicação da CMM enviada à redação do DMM.

Foto: arquivo CMM.
A denúncia é contra a Macapá Previdência (Macapá Prev), presidida por Luis Carlos Gomes dos Santos Júnior, e foi feita pela servidora municipal Rucilene Miranda Dias Vales, representante da Câmara Municipal no Conselho Administrativo da Macapá Prev. Ela fez uso da tribuna durante o grande expediente, indicada pela bancada do PSB na CMM.

Segundo a conselheira, a Macapá Prev não consegue explicar a movimentação de mais de R$ 6 milhões em investimentos, que teriam sido feitos sem o aval dos Conselhos de Investimentos e de Administração da instituição. “Esses R$ 6 milhões são provenientes de contribuições dos servidores municipais da Prefeitura de Macapá e do quadro em extinção da CMM”. Denunciou.

Rucilene Miranda questiona a postura dos secretários de planejamento, finanças e desenvolvimento da Prefeitura de Macapá, que também são conselheiros, mas não sabem explicar o destino dos R$ 6 milhões que teriam desaparecido das contas da Macapá Prev.

Mais denúncias - A conselheira também chamou atenção dos vereadores quanto a um contrato sem licitação da Prefeitura de Macapá com a Fundação Bio Rio para serviços de consultoria. A denúncia revela que o contrato chega a R$ 1,8 milhão com duração de um ano. A questão é que em 45 dias, a PMM teria antecipado o pagamento de R$ 600 mil a Fundação Bio Rio.

“Inclusive peço a todos os vereadores que intensifique as fiscalizações junto a Macapá Prev, vocês são nossos fiscais”. Declarou.

Rucilene Miranda questiona que os recursos em questão serviriam para pagar os servidores em processo de aposentadoria. Hoje existem cerca de 7 mil servidores na Prefeitura de Macapá, desses 108 a disposição da Câmara Municipal. Rucilene diz ainda que a  maioria dos servidores enfrenta dificuldades para se aposentar porque a Macapá Prev não teria recursos para pagar as aposentadorias.


MACAPAPREV

O órgão foi criado em 1999 e tem como atribuições, o planejamento, execução e coordenação da política de previdência social dos servidores públicos titulares de cargos efetivos, ativos e inativos e dos pensionistas do município de Macapá.
___
Câmara Municipal recebe denúncia contra a Macapá Prev. Câmara Municipal recebe denúncia contra a Macapá Prev. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, outubro 19, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD