Header AD

Verissimo: "Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie".

"Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie"; perto de completar 80 anos, nesta segunda-feira (26), o cronista Luis Fernando Veríssimo deixa de lado o humor para falar de coisa séria; escreveu à Folha que a consumação do golpe tornou ainda mais tortuoso o caminho para o socialismo.



Luis Fernando Veríssimo nasceu em Porto Alegre, em 26 de setembro de 1936; é um escritor, humorista, cartunista, tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro e romancista bissexto. Já foi publicitário e revisor de jornal. É ainda músico, tendo tocado saxofone em alguns conjuntos. Com mais de 60 títulos publicados, é um dos mais populares escritores brasileiros contemporâneos. É filho do também escritor Érico Veríssimo.
___
Verissimo: "Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie". Verissimo: "Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie". Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, setembro 25, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD