Header AD

Verissimo: "Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie".

"Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie"; perto de completar 80 anos, nesta segunda-feira (26), o cronista Luis Fernando Veríssimo deixa de lado o humor para falar de coisa séria; escreveu à Folha que a consumação do golpe tornou ainda mais tortuoso o caminho para o socialismo.



Luis Fernando Veríssimo nasceu em Porto Alegre, em 26 de setembro de 1936; é um escritor, humorista, cartunista, tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro e romancista bissexto. Já foi publicitário e revisor de jornal. É ainda músico, tendo tocado saxofone em alguns conjuntos. Com mais de 60 títulos publicados, é um dos mais populares escritores brasileiros contemporâneos. É filho do também escritor Érico Veríssimo.
___
Verissimo: "Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie". Verissimo: "Penso que cedo ou tarde as pessoas se darão conta de que a escolha continua sendo entre socialismo e barbárie". Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, setembro 25, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD