Header AD

Ruy foi o candidato que mais cresceu proporcionalmente 66,66% e que mais avançou, avalia Ribeiro.

Professor universitário e ex-secretário de Estado de Educação do Amapá, Adalberto Ribeiro analisa os números da última pesquisa do Ibope para a prefeitura de Macapá, publicada pela TV Amapá na noite desta sexta-feira (16). O educador publicou texto no início da manhã deste sábado (17), em que destaca o crescimento do candidato Rui Smith na reta final da campanha para eleição de 2 de outubro.


Veja.
PESQUISA IBOPE E ELEIÇÕES PARA PREFEITO: OPINIÃO

Saiu, ontem 16/09/2016, a pesquisa do IBOPE para prefeito de Macapá. Lanço aqui minha opinião baseada nos números. Proporcionalmente, o candidato que mais se deu bem foi o engenheiro Ruy Smith. E por várias razões. Mas, antes opino sobre os outros que, teoricamente, também têm chances de ir ao segundo turno. De antemão peço desculpas aos eleitores de Dora, Genival e do Promotor Moisés. Minha avaliação é que eles serão importantes no segundo turno como apoiadores ou críticos dos dois que passarem para lá. Então, vejamos:

- Clécio perdeu 1 ponto em relação à pesquisa anterior. Isso não é bom para ele, afinal é o prefeito e está com a máquina da prefeitura na mão. Seu governo é avaliado como ótimo/bom por 25% da população. É exatamente o percentual que ele computa na dianteira da corrida eleitoral. Isto é, quem avalia o governo do prefeito como regular e/ou ruim não está votando nele;

Aline (GURGUEL) – subiu de 13 para 18%. Em números brutos é, aparentemente, a segunda, mas proporcionalmente cresceu apenas 38,4% e ainda teve um aumento importante na rejeição de 24% para 33%. O povo parece está desconfiado com Aline que por alguma razão não assina Gurguel;
Gilvan – este estagnou. Ele é 12 até nos números. Na primeira e na segunda pesquisa registra exatamente esse percentual e ainda mantém impressionantes 49% de rejeição mesmo nunca tendo sido chefe de poder executivo de nenhuma esfera;

Genival – merece um destaque a parte. Apenas com o nome de um sindicalista combatente tem números que não são desprezíveis. Praticamente sem tempo de televisão e sem equipes na rua registra números impressionantes positivamente com 5%. E no debate tende a conquistar mais votos. Acredito que não será o fona da eleição;

Ruy Smith. Este foi o que mais se deu bem na corrida para a prefeitura. Cresceu proporcionalmente 66,66% sendo, portanto, o candidato que mais avançou. Teve sua rejeição diminuída. E com o pouco tempo de televisão parece consolidar uma tendência de crescimento inafastável. Se aumentar seu ritmo de crescimento – o que parece uma tendência – será o candidato com altas possibilidades de ir ao segundo turno ultrapassando a candidata Aline Gurguel.

Assim, preliminarmente falando, estariam disputando o segundo turno Aline, Gilvan e Ruy, que tecnicamente estão empatados.

Aline é uma incógnita em debates. Genival, se for aos debates (é preciso ver a legislação. Seria uma pena Genival não ir ao debate da TV Amapá) pode fazê-la passar vexame. Ela não parece dominar os complexos temas que envolve uma gestão municipal. Além do mais Aline é o plano B, ou mesmo o plano A, do atual governador.

Gilvan enfrenta naturalmente uma rejeição muito alta que aliada ao seu principal apoiador, o atual governador do estado Waldez Góes, torna sua decolagem ainda mais difícil. Portanto, sem trocadilhos, Gilvan é 12 até no IBOPE.

Ruy a continuar crescendo e aumentando seu ritmo deverá ser o candidato adversário de Clécio no segundo turno. Por várias razões: a principal delas é que Ruy é bom de debate devido a experiência. Deverá se sair bem das armadilhas de seus adversários e ainda colocá-los em situações difíceis. Esse último programa no horário eleitoral do Ruy, “do asfalto sonrisal”, foi muito criativo e verdadeiro, convenhamos.

Clécio está no segundo turno e aguarda seu oponente. A pergunta é: quem vai para o segundo turno? Aline Gurguel ou Ruy Smith.

Na minha opinião a tendência é que Ruy Smith seja o adversário de Clécio. Com pouco tempo de televisão tem tido um ótimo desempenho. Seu trabalho no corpo a corpo também está surtindo efeito.
É certo que política é como nuvem e tudo o que eu disse aqui pode até vingar de modo contrário, contudo, olhando FRIAMENTE o processo eleitoral temos tudo para ter um segundo turno com um geógrafo professor de um lado X um engenheiro do outro.

Estou torcendo pelo melhor dos debates. Daqueles que trazem para a população aprendizagem sobre a gestão de cidades. Por isso torço para ver Clécio Vieira X Ruy Smith para a gente tirar as dúvidas de quem está mais preparado para governar Macapá.

Eu não tenho dúvidas em dizer: Ruy é mais preparado para ser prefeito de Macapá!

Adalberto C. Ribeiro
Prof. Sociologia da Educação / UNIFAP.
___
Ruy foi o candidato que mais cresceu proporcionalmente 66,66% e que mais avançou, avalia Ribeiro. Ruy foi o candidato que mais cresceu proporcionalmente 66,66%  e que mais avançou, avalia Ribeiro. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, setembro 17, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD