Header AD

MP: Lula era “comandante máximo” de esquema de corrupção.

"Os dados nos fazem concluir, sem deixar qualquer sombra de dúvidas, que Lula foi o comandante do esquema criminoso descoberto pela Lava Jato", disse o procurador da Repúbica Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da investigação; ele atribuiu ainda ao ex-presidente o papel de "o grande general" e "peça central" no esquema de corrupção da Petrobras; e disse que o Ministério Público, com a denúncia, não julga Lula por quem ele foi, por sua ideologia ou "o que ele fez pelos brasileiros"; segundo Deltan, "sem o poder de decisão de Lula esse esquema seria impossível"


Do portal Brasil 247.

247 - A força-tarefa da Operação Lava Jato detalha em coletiva de imprensa a denúncia feita contra Lula e outros sete investigados por conta da reforma de um apartamento no Guarujá, litoral paulista.
Segundo o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da investigação, os investigadores chegaram "ao topo da organização criminosa" com a denúncia apresentada hoje. "Chegamos ao comandante máximo do esquema de corrupção identificado na Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva".
Deltan disse que o MP não julga "quem Lula foi", "sua ideologia" ou "o que ele fez pelos brasileiros". "O que o MPF faz aqui é imputar a ele a responsabilidade por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em um contexto específico", afirmou.
O procurador declarou que "os dados nos fazem concluir, sem deixar qualquer sombra de dúvidas, que Lula foi o comandante do esquema criminoso descoberto pela Lava Jato". Ele atribuiu ainda ao ex-presidente o papel de "o grande general" e "peça central" no esquema de corrupção da Petrobras.
O procurador disse que o esquema criminoso tinha que ser comandado por alguém que tinha poder no governo e no partido. Outros líderes partidários, segundo ele, não tinham esse poder. "Lula era o elo comum e necessário entre o esquema partidário e o esquema de governo".
Leia mais na reportagem da Agência Brasil:
Lula comandava esquema de corrupção identificado na Lava Jato, diz procurador
Daniel Isaia – O procurador da República Deltan Dallagnol afirmou hoje (14) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era o "comandante máximo do esquema de corrupção identificado na [Operação] Lava Jato".
Dallagnol fez a declaração durante entrevista coletiva em que a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) responsável pela operação, detalhou a denúncia que envolve Lula, a esposa dele, Marisa Letícia, e mais seis pessoas.
O ex-presidente foi denunciado à Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, crimes cujas penas, somadas, podem chegar a 32 anos e seis meses de prisão.
Segundo os procuradores, Lula recebeu vantagens indevidas das empresas envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras, como a compra de um apartamento tríplex em Guarujá, no litoral paulista, a reforma e decoração do imóvel, além de contratos milionários para armazenamento de bens pessoais. Essas vantagens, somadas, totalizariam mais de R$ 3,7 milhões.
Dallagnol ressaltou que a corrupção identificada nas investigações é sistêmica e envolve diversos governos e partidos. De acordo com o procurador, existe uma "propinocracia" em curso no Brasil, no qual os poderes Executivo e Legislativo trocam favores, nomeações políticas e cargos, para obter "governabilidade corrompida, perpetuação criminosa no poder e enriquecimento ilícito".
Para Dallagnhol, o sistema é bancado por cartéis de empresas que se aproveitam do esquema para garantir a assinatura de contratos milionários com o Poder Público.
Segundo a denúncia do MPF, existem 14 evidências de que Lula é o chefe do esquema de corrupção. O trabalho da força-tarefa remete a outros escândalos de corrupção, como o do mensalão, esquema de pagamento de propina a parlamentares em troca de apoio ao governo, no primeiro mandato de Lula na Presidência da República.
"Mesmo depois da saída de José Dirceu [ministro-chefe da Casa Civil na época, 2005] e com a troca de tesoureiros no Partido dos Trabalhadores, o esquema prosseguiu através do petrolão. Isso demonstra que havia um vértice em comum, e esse vértice é o Lula", afirmou Dallagnol..
É a primeira vez que o ex-presidente é denunciado à Justiça Federal no âmbito da Lava Jato.
A denúncia inclui também o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, além dos ex-executivos da empreiteira Agenor Franklin Magalhães Medeiros, Paulo Roberto Valente Gordilho, Fábio Hori Yonamine e Roberto Moreira Ferreira.
A denúncia segue agora para a 13ª Vara Federal de Curitiba, para apreciação do juiz Sérgio Moro. Caso seja acatada pelo juiz, Lula, Marisa e os outros denunciados se tornarão réus na operação.
___
MP: Lula era “comandante máximo” de esquema de corrupção. MP: Lula era “comandante máximo” de esquema de corrupção. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, setembro 14, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD