Header AD

Marisa Monte: ‘Shangri-la’, o país idealizado pelos socialistas?

Marisa de Azevedo Monte nasceu no Rio de Janeiro em 1 de julho de 1967, cantora, compositora, instrumentista e produtora musical de música pop e samba. Marisa já vendeu mais de 10 milhões de álbuns e ganhou inúmeros prêmios nacionais e internacionais, incluindo quatro Grammy Latino. Ela é considerada pela revista Rolling Stone Brasil como a segunda maior cantora do Brasil, atrás somente de Elis Regina. Ela também tem dois álbuns (MM e Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão) na lista dos 100 melhores discos da música brasileira.


Do Editor.

Nesta canção ‘Vilarejo’, composta por Marisa, Carlinhos Brown, Arnaldo Antunes e Pedro Baby, há intertextualização  sobre ‘Shangri-la’, da criação literária de 1925 do inglês James Hilton, Lost Horizon (Horizonte Perdido).

De acordo com biblioteca Wikipédia, é descrito como um lugar paradisíaco situado nas montanhas do Himalaia, sede de panoramas maravilhosos e onde o tempo parece deter-se em ambiente de felicidade e saúde, com a convivência harmoniosa entre pessoas das mais diversas procedências.

Shangri-la será sentido pelos visitantes ou como a promessa de um mundo novo possível, no qual alguns escolhem morar, ou como um lugar assustador e opressivo, do qual outros resolvem fugir.

O ambiente pode ter alguma associação com a utopia comunista almejada pelos primeiros cristãos; quem tem desapego a bens materiais pode viver feliz para sempre em Shangri-la, mas para quem carrega o peso do gene egoísta, o país pode ser hostilizado, visto como ‘verdadeiro’ inferno. O romance inspira duas versões cinematográficas nas décadas seguintes. No mundo ocidental, Shangri-la é entendido como um paraíso terrestre oculto.

‘Vilarejo’, composição: Marisa, Carlinhos Brown, Arnaldo Antunes e Pedro Baby,

Há um vilarejo ali
Onde areja um vento bom
Na varanda, quem descansa
Vê o horizonte deitar no chão

Pra acalmar o coração
Lá o mundo tem razão
Terra de heróis, lares de mãe
Paraiso se mudou para lá

Por cima das casas, cal
Frutos em qualquer quintal
Peitos fartos, filhos fortes
Sonho semeando o mundo real

Toda gente cabe lá
Palestina, Shangri-lá
Vem andar e voa
Vem andar e voa
Vem andar e voa

Lá o tempo espera
Lá é primavera
Portas e janelas ficam sempre abertas
Pra sorte entrar

Em todas as mesas, pão
Flores enfeitando
Os caminhos, os vestidos, os destinos
E essa canção

Tem um verdadeiro amor
Para quando você forr
Para quando você for


___
Marisa Monte: ‘Shangri-la’, o país idealizado pelos socialistas? Marisa Monte: ‘Shangri-la’, o país idealizado pelos socialistas? Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, setembro 10, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD