Header AD

Candidatos debatem proposta para Macapá em programa de rádio.

Clécio Luís (Rede), Gilvam Borges (PMDB), Promotor Moisés (PEN), Ruy Smith (PSB), Dora Nascimento (PT) e Genival Cruz (PSTU) expuseram suas ideias e planos de governo nesta terça-feira, 27, em debate realizado pelo Sistema Diário de Comunicação. Apenas Aline Gurgel (PRB) não compareceu. As informações são do jornalista Luiz Melo, do Diário do Amapá.

Foto: Diário do Amapá.

Os seis candidatos a prefeito de Macapá se manifestaram em condições de administrar o município nos próximos quatro anos. O atual gestor, Clécio Luís, que tenta a reeleição, pediu o voto de confiança do eleitorado para prosseguir o trabalho que vem realizando.

Clécio reconheceu que muita coisa deixou de ser feita durante estes quase quatro anos em que está como prefeito, porém acha que Macapá avançou, apesar da crise, notadamente nos setores da educação e saúde, além da defesa aos menos favorecidos, à criança e ao adolescente.

Gilvam Borges prometeu tratar com carinho o município. Dizendo que não faz promessas, mas firma compromissos, o candidato do PMDB falou que revolucionará Macapá, através do trabalho. As 24 horas de cada dia, na administração peemedebista, serão de intensas atividades, para mudar o município, segundo o candidato, se for eleito. Disse que sabe como elaorar projetos e buscar recursos em Brasília.

Promotor Moisés se apresentou como um candidato que não se alinha à maneira de fazer política no Amapá, e que por isso preferiu não formalizar uma extensa coligação, para na eventualidade de se eleger não ter que fatiar a administração de acordo com interesses políticos. Disse que não é político, mas um homem que quer ser prefeito para melhorar a vida dos amapaenses.

Ruy Smith não fez promessas, mas disse que governará o município de Macapá para o bem de todos, continuando a política desenvolvida pelo seu partido, o PSB, que pugna pela transparência e sustentabilidade. Smith alinhou uma série de obras que realizou como secretário estadual e secretário municipal, entre elas, o asfaltamento entre Macapá e Santana e os terminais rodoviários de Macapá, Santana e de Laranjal do Jari.

Dora Nascimento se demonstrou confiante num bom resultado nas eleições a favor dela que como vice governadora do Amapá, que já foi, conhece muito bem a realidade de todo o estado, principalmente a de Macapá. Entre as suas propostas, a Bolsa da Juventude e Bolsa do Trabalho destinada aos jovens.

Genival Cruz, o mais polêmico dos candidatos, atacou a tudo e a todos. No aspecto eminentemente administrativo, prometeu municipalizar o transporte público, criar a Companhia de Água e Esgoto de Macapá e ainda levar para a estrita gestão pública muitos outros setores da prefeitura.

O debate do Sistema Diário de Comunicação durou cerca de quatro horas. Enquanto no estúdio da Rádio Diário FM os candidatos se digladiavam num clima de respeito mútuo, na frente da emissora torcidas organizadas vibravam assistindo ao encontro através de um telão de 12 metros quadrados. As torcidas que polarizaram a alegria foram as do Promotor Moisés (PRN), Clécio Luís (Rede) e Gilvam Borges (PMDB).

Vídeo.



.
___
Candidatos debatem proposta para Macapá em programa de rádio. Candidatos debatem proposta para Macapá em programa de rádio. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, setembro 27, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD