Header AD

Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise, afirma ex-secretário.

O advogado e ex-secretário de Planejamento do Governo do Amapá, Juliano Del Castilo Silva, publica artigo nesta terça-feira (16) em que atribui ao governador Waldez Góes (PDT) o agravamento da crise no estado. "Opção de penalizar os mais pobres" com cortes "de 15 mil mães do programa Renda para Viver Melhor e demitiu mais de mil vigilantes com a desculpa de economizar" pode ter deslanchado para a agonia da educação, caos na saúde pública e altos índices de violência em Macapá.



Del Castilo afirma que "Waldez é incapaz de debater e fazer disputa do orçamento em nome de quem mais precisa" Ele explicar a omissão do governador em debater com a sociedade os valores dos repasses aos Tribunal de Contas e de Justiça, Ministério Público Estadual e Assembleia Legislativa do Amapá.

Para o advogado, a decisão de Waldez "gera um efeito cascata em nossa economia". O ex-secretário cita o corte dos R$ 8 milhões que eram pagos mensalmente para as beneficiárias do programa 'Renda Para Viver Melhor' e os R$ 6 milhões dos salários dos vigilantes, que impulsionavam a economia estadual.

Leia íntegra.

Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise

Neste momento de dificuldade econômica que o Amapá atravessa, o governador Waldez Góes (PDT) faz a opção de penalizar os mais pobres. Cortou mais de 15 mil mães do programa Renda para Viver Melhor e demitiu mais de mil vigilantes com a desculpa de economizar.

A decisão mostra que Waldez é incapaz de debater e fazer disputa do orçamento em nome de quem mais precisa. Como explicar a sua omissão em relação ao repasse aos Poderes TJAP, MP, TCE e AL conforme o valor orçado na Lei Orçamentária Anual e não com base no que efetivamente o Estado vem recebendo em 2016?

Além de penalizar os mais fracos, a decisão de Waldez gera um efeito cascata em nossa economia. Os R$ 8 milhões pagos mensalmente para as beneficiárias do Renda e os R$ 6 milhões dos salários dos vigilantes impulsionavam nossa economia porque esses recursos chegavam imediatamente ao comércio local.

O parcelamento do salário dos servidores, junto com a retirada de cerca de R$ 14 milhões/mês do Renda para Viver Melhor e dos vigilantes, massacra nossos comerciantes e, em consequência, nossa economia, que, nesse momento, necessita exatamente do contrário de estímulos que o governo Waldez está sendo incapaz de fazer por decisões erradas e incompetência política e administrativa.

Luciano Del Castilo é Advogado, ex-secretário de Planejamento e ex-secretário de Governo
__
Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise, afirma ex-secretário. Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise, afirma ex-secretário. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, agosto 16, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD