Header AD

Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise, afirma ex-secretário.

O advogado e ex-secretário de Planejamento do Governo do Amapá, Juliano Del Castilo Silva, publica artigo nesta terça-feira (16) em que atribui ao governador Waldez Góes (PDT) o agravamento da crise no estado. "Opção de penalizar os mais pobres" com cortes "de 15 mil mães do programa Renda para Viver Melhor e demitiu mais de mil vigilantes com a desculpa de economizar" pode ter deslanchado para a agonia da educação, caos na saúde pública e altos índices de violência em Macapá.



Del Castilo afirma que "Waldez é incapaz de debater e fazer disputa do orçamento em nome de quem mais precisa" Ele explicar a omissão do governador em debater com a sociedade os valores dos repasses aos Tribunal de Contas e de Justiça, Ministério Público Estadual e Assembleia Legislativa do Amapá.

Para o advogado, a decisão de Waldez "gera um efeito cascata em nossa economia". O ex-secretário cita o corte dos R$ 8 milhões que eram pagos mensalmente para as beneficiárias do programa 'Renda Para Viver Melhor' e os R$ 6 milhões dos salários dos vigilantes, que impulsionavam a economia estadual.

Leia íntegra.

Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise

Neste momento de dificuldade econômica que o Amapá atravessa, o governador Waldez Góes (PDT) faz a opção de penalizar os mais pobres. Cortou mais de 15 mil mães do programa Renda para Viver Melhor e demitiu mais de mil vigilantes com a desculpa de economizar.

A decisão mostra que Waldez é incapaz de debater e fazer disputa do orçamento em nome de quem mais precisa. Como explicar a sua omissão em relação ao repasse aos Poderes TJAP, MP, TCE e AL conforme o valor orçado na Lei Orçamentária Anual e não com base no que efetivamente o Estado vem recebendo em 2016?

Além de penalizar os mais fracos, a decisão de Waldez gera um efeito cascata em nossa economia. Os R$ 8 milhões pagos mensalmente para as beneficiárias do Renda e os R$ 6 milhões dos salários dos vigilantes impulsionavam nossa economia porque esses recursos chegavam imediatamente ao comércio local.

O parcelamento do salário dos servidores, junto com a retirada de cerca de R$ 14 milhões/mês do Renda para Viver Melhor e dos vigilantes, massacra nossos comerciantes e, em consequência, nossa economia, que, nesse momento, necessita exatamente do contrário de estímulos que o governo Waldez está sendo incapaz de fazer por decisões erradas e incompetência política e administrativa.

Luciano Del Castilo é Advogado, ex-secretário de Planejamento e ex-secretário de Governo
__
Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise, afirma ex-secretário. Waldez penaliza os mais pobres e aprofunda a crise, afirma ex-secretário. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, agosto 16, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD